O programa Semáforo vem lançar um ambicioso desafio às organizações e às pessoas: fazer de todos nós protagonistas do futuro. Perante os riscos de pobreza em sentido lato ou, se quisermos, dos riscos económicos e sociais a que uma parte significativa da população portuguesa está exposta, a ACEGE e os seus parceiros convidam-nos a “Tornar Visível, o Invisível” e a “Tornar Possível, o Impossível”. Saiba como
POR DIOGO ALARCÃO

Através do preenchimento de um questionário, que vai analisar 6 macro dimensões dos riscos socioeconómicos, os participantes deste programa irão conseguir fazer o seu “próprio mapa de vida”, o que lhes permitirá compreender de uma forma clara e simples que ações devem tomar para colmatar esses mesmos riscos. O programa chama-se SEMÁFORO porque os riscos são mapeados em três cores:

  • VERDE – Não há risco
  • AMARELO – Há um risco que exige uma ação da minha parte
  • VERMELHO – Há um risco que exige uma ação imediata da minha parte

As organizações aderentes ao SEMÁFORO irão permitir que os seus colaboradores preencham esse questionário online. Ao fazê-lo poderão:

  • Conhecer as potenciais áreas de fragilidade dos seus colaboradores e famílias, em termos de riscos socioeconómicos;
  • Receber um conjunto de sugestões de boas práticas, com medidas e ações de intervenção direcionadas a colmatar as fragilidades identificadas;
  • Participar e potenciar um programa inovador que procura encontrar caminhos de melhoria das condições dos colaboradores das empresas/organizações sociais;
  • Reforçar as políticas de Responsabilidade Social Corporativa da empresa/organização social, uma vez que o SEMÁFORO é uma ferramenta de inclusão social.

Por outro lado, os colaboradores poderão:

  • Fazer uma autoavaliação da realidade pessoal e do agregado familiar, através do preenchimento de um questionário que será sempre confidencial;
  • Mapear eventuais vulnerabilidades nas 6 macro dimensões: Rendimento e Emprego, Saúde e Bem-Estar, Habitação e Infraestrutura, Organização e Participação, Educação e Cultura, Interioridade e Motivação;
  • Ter acesso a uma rede de parceiros externos que facultarão respostas às necessidades de intervenção identificadas e ajudarão a traçar o novo caminho.

O programa SEMÁFORO só será possível de implementar com a adesão das empresas que aceitem o desafio de serem elas próprias protagonistas da transformação da realidade sócio económica portuguesa. Embora seja um enorme desafio para todos nós, acreditamos que juntos conseguiremos “Tornar Possível, o Impossível”.

Contamos com a sua organização.

Contacte-nos já hoje!

NOTA: Os parceiros que se associaram à ACEGE neste programa inovador são os seguintes: Fundación Paraguya, Fundação Manuel Violante, Fundação Calouste Gulbenkian, Universidade Católica – Faculdade de Ciências Humanas, EAPN Portugal, ADPMC e Euro-M

Diogo Alarcão

Coordenador do programa SEMÁFORO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here