É possível superar os constrangimentos emocionais agudizados pela actual crise económica através de comportamentos construtivos e atitudes positivas no quotidiano familiar e profissional de cada português. Foi com esta mensagem que António Câmara, um dos convidados na sessão de encerramento do programa de coaching dinamizado pela Liberty Seguros, sintetizou o essencial de uma iniciativa que visa contrariar o pessimismo geral de “um país feito de talentos escondidos”
POR GABRIELA COSTA

A Liberty Seguros dinamizou, ao longo do último ano, a iniciativa ‘Portugal Positivo’, um programa de motivação e optimismo no sucesso profissional e pessoal que deu lugar à realização de um conjunto de sessões de valorização individual e da prática de comportamentos construtivos e atitudes positivas, em todos os distritos do país.

Tendo como grande desafio a divulgação de uma mensagem positiva ao país capaz de ajudar a superar as actuais dificuldades, num contexto em que os acontecimentos dos últimos anos nas economias mundiais – Portugal incluído – têm gerado um sentimento crescente de negativismo (agora agravado, no caso português, pelo fantasma da Troika), o Portugal Positivo concluiu os seus ‘ensinamentos’ numa sessão de encerramento que reuniu vários convidados especiais e uma audiência de mais de duzentos participantes.

O docente e empresário fundador da empreendedora Y-Dreams, António Câmara, a atleta olímpica Aurora Cunha e o velejador solitário e co-fundador da Portugal Ocean Race, Ricardo Diniz, foram o rosto visível de testemunhos de dinâmicas e posicionamentos positivos que contribuem para o sucesso individual e profissional.

A sessão de encerramento realizada a 18 de Maio, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, sob a coordenação do professor Jorge Araújo, treinador de basquetebol português várias vezes distinguido campeão na liga profissional nacional e como “treinador do ano”, ficou marcada pela partilha de uma mensagem essencial: é possível superar os constrangimentos emocionais agudizados pela actual crise económica através de comportamentos construtivos e atitudes positivas no quotidiano familiar e profissional de cada português.

Para o presidente da Y-Dreams, “confiança e visão são duas características que, combinadas com uma forte componente dinâmica e postura positiva, resultam numa fórmula de sucesso que pode e deve ser motivada, quer individualmente quer em equipa”. Neste contexto, “todos temos a responsabilidade de promover e fomentar, em nosso redor atitudes optimistas, para atingir todas e quaisquer metas com eficácia”, sugere o vencedor do Prémio Pessoa em 2006.

Uma postura que deve chegar principalmente aos jovens, defende Aurora Cunha, que durante a sua intervenção chamou a atenção para a necessidade de transmitir às novas gerações um sentimento positivo e a capacidade de superarem os desafios que possam vir a enfrentar no futuro: “é importante cultivar nos jovens uma postura e força construtiva, ajudando-os a moldar atitudes que lhes permitam estabelecer o caminho para o êxito em todos as facetas da sua vida”, disse a atleta olímpica.
Já o velejador Ricardo Diniz reforçou a importância de “influenciar pelos bons exemplos, como forma de combater a cultura pessimista que se tem vindo a instalar nos últimos tempos. Se, historicamente, fomos um país que teve a coragem de se lançar no mar à conquista de novos mundos, com toda a certeza que, hoje, continuamos a ter esse mesmo instinto de avançar e de cultivar o empenho e a garra para enfrentar quaisquer desafios e concretizar sonhos.”

“O treino do pensamento positivo motiva a paixão”
© Liberty SegurosAntónio Câmara, CEO da YDreams

Como é que uma iniciativa desta natureza ajuda a superar os constrangimentos que muitos portugueses sentem quer a nível profissional, quer pessoal, em resultado do agudizar da crise económica?
Uma iniciativa como o Portugal Positivo, que percorre o país com uma mensagem de positividade, surge como uma lufada de ar fresco no contexto que actualmente vivemos de crise económica. Os efeitos que poderá provocar em quem acolhe esta mensagem são de motivação por fazer algo bem e de forma distinta, com sucesso. Motivação essa que, por sua vez, possa contagiar quem nos rodeia. Beneficia também o empreendedorismo local, abrindo horizontes para quem sempre quis realizar um sonho e, através de uma mudança de pensamento, possa sintonizar numa mentalidade optimista, fazendo face ao quotidiano.

De que modo é que o treino do ‘pensamento positivo’ permite perspectivar a vida com uma dinâmica que contrarie o negativismo característico dos portugueses face à actual conjuntura socioeconómica do país?
O treino do pensamento positivo alimenta e motiva a paixão nos indivíduos. Ajuda a identificar causas ou sonhos que ficaram por realizar e permite encontrar as formas e mecânicas de concretizar, superando obstáculos e fazendo face a desafios.  Acredito que Portugal é um país de talentos escondidos e, face a esta conjuntura, este treino permite redescobri-los e fazer deles exemplos que permitam despertar noutros a mesma motivação e compromisso com o sucesso.

Exemplos para uma vida feliz
Ao cabo de dezoito sessões de “Portugal Positivo” desenvolvidas nas capitais de distrito, Rodrigo Esteves, director de Marketing da Liberty Seguros, considerou a última sessão como um “encerramento com chave de ouro”, onde “mais de duzentas pessoas demonstraram uma abertura de espírito entusiasta à mudança de atitude” e os convidados “contribuíram com histórias pessoais para mostrar os benefícios de um pensamento positivo em diferentes situações”.

Em cada uma destas sessões realizadas foram apresentados casos de sucesso a nível local e nacional, exemplos de vida de diferentes pessoas que “marcam a diferença”, quer no plano do empreendedorismo, quer no do desporto e educação. Estas pessoas partilharam as suas histórias pessoais com as comunidades, juntamente com o antigo treinador profissional de basquetebol Jorge Araújo, que se dedicou nos últimos anos ao treino comportamental de quadros de empresas.

É o caso de Hugo Silva, o participante convidado a dar o seu exemplo em Sintra. Na opinião do responsável da COCKTAIL TEAM, empresa especializada no serviço de Flair Bartending (conceito de serviço de bar associado a animação), esta iniciativa assume-se como inovadora “na medida em que vivemos num período conturbado para muitos portugueses, que se vêem confrontados com situações complicadas de superar. A natureza mobilizadora do projecto Portugal Positivo permitiu sensibilizar as pessoas para a importância de assumirem uma atitude positiva mas, em especial, para a capacidade que todos possuímos de olhar de uma forma diferente para as dificuldades e encontrar as soluções que mais se enquadram às exigências”, conclui.
Para este empreendedor, fundamental é “reter que o pensamento positivo não se esgota apenas na esfera profissional. A capacidade de transferirmos atitudes positivas para a nossa vida pessoal é também uma forma de garantir que, individualmente e em família, somos mais felizes”.

Questionado pelo VER acerca do modo como o treino do ‘pensamento positivo’ permite perspectivar a vida com uma dinâmica que contrarie o negativismo característico dos portugueses face à actual conjuntura socioeconómica do país, Hugo Silva considera que a motivação para o desenvolvimento de comportamentos e atitudes construtivos se faz através de técnicas e metodologias práticas. Estratégias que fazem parte de um treino que permite “contornar determinados obstáculos de uma forma objectiva e construtiva, levando o indivíduo “a assumir uma postura empreendedora perante a vida” e obrigando-o “a observar a realidade que nos rodeia e nela procurar encontrar, a todo o momento, novos caminhos”, conclui.

Pela inovação da área de negócio por que enveredou, a história deste empreendedor é, só por si, um testemunho motivacional a nível profissional: a COCKTAIL TEAM é uma empresa que resulta de “trabalho árduo e uma forte promoção” do conceito de Flair Bartending e, embora, na sua opinião, “ a grande maioria das pessoas tenha dificuldade em arriscar num negócio com background”, Hugo Silva  teve a coragem de arriscar num negócio altamente inovador que, como tal, viu fecharem-se todas as portas, facto que semp+re sucede no nosso país, acusa: “tivemos imensa dificuldade em conseguir algum apoio do IEFP, tivemos imensa dificuldade em acreditar a nossa empresa pela DGERT, tivemos imensa dificuldade em conseguir o estatuto PME Líder. Tudo para a COCKTAIL TEAM foi arduamente conseguido, dado tratar-se de um conceito único e sem precedentes em Portugal”.

Ainda assim, passados seis anos surge o convite para uma apresentação ao presidente da República, Cavaco Silva, “por sermos considerada uma empresa de valor acrescentado, que representa muita positividade, muita crença e, sobretudo, a prova de que se o desejo de vencer for infinito as variáveis que se opõem não nos conseguirão nunca derrubar”.

“É fundamental estimular a vontade de ir mais longe”
© Liberty Seguros – Ricardo Diniz, co-fundador da Portugal Ocean Race

Como é que uma iniciativa desta natureza ajuda a superar os constrangimentos que muitos portugueses sentem quer a nível profissional, quer pessoal, em resultado do agudizar da crise económica?
A iniciativa Portugal Positivo tem sido fundamental para arrebitar as energias de um povo que parece ter esquecido as suas origens. É fundamental partilhar histórias de sucesso e estimular em cada um de nós a vontade de ir mais longe, ser melhor, fazer melhor e acima de tudo, fazer acontecer. Trabalhando de forma consistente emoções básicas como a alegria, o empreendedorismo, a serenidade e a confiança, conseguimos tornar a nossa vida mais leve, feliz e produtiva.

De que modo é que o treino do ‘pensamento positivo’ permite perspectivar a vida com uma dinâmica que contrarie o negativismo característico dos portugueses face à actual conjuntura socioeconómica do país?
O treino do pensamento positivo permite operar estas mudanças através da força, da criatividade, do compromisso e do empenho com que nos entregamos a cada trabalho, a cada missão ou a cada desafio.
Encarando a vida de forma alegre e positiva, tornamo-nos optimistas, aprendemos a confiar nas nossas capacidades e a superar as dificuldades, contrariando assim o clima negativo que a nossa sociedade actualmente vive e o qual parece ter dificuldade em fazer desvanecer.

De que modo a sua história pessoal reflecte um testemunho de sucesso motivacional a nível profissional?
A minha história de vida é partilhada sempre de forma simples e acessível. Qualquer pessoa fica com a clara sensação de que eu sou apenas uma pessoa normal e que “se ele tem conseguido, eu também vou conseguir!” – e isso é espectacular, porque todos temos um imenso potencial e uma energia inesgotável para fazer tudo aquilo que mais amamos.

Por vezes basta uma pequena faísca, um momento de inspiração ou de partilha para fazer afinações essenciais nas nossas vidas. Eu apenas tenho ideias, arregaço mangas e luto para as concretizar. Foi assim que nasceram todas as minhas viagens e aventuras, todos os meus projectos. Tem sido um percurso por vezes difícil e arriscado, mas acredito mesmo que vale sempre a pena seguir o coração.

Por um Portugal mais dinâmico
O programa “Portugal Positivo” foi implementado pela Liberty Seguros com o objectivo de “contribuir para um Portugal mais dinâmico, mais activo, e sobretudo com uma nova atitude. Tratando-se de “um movimento promovido de uma forma desinteressada, com um claro impacto directo na vida das pessoas e das empresas de diferentes localidades”, esta é uma acção cujo desenlace vale a pena contar: ao fim de um ano, e de dezoito sessões de treino positivo, “estamos certos que conseguimos operar mudanças de atitude em pessoas de diferentes pontos do país”, garante Rodrigo Esteves.

Do Sul ao Norte de Portugal, passando pela Madeira e Açores, a equipa teve a oportunidade de conhecer diversos exemplos de motivação e empreendedorismo; casos de sucesso de pessoas que, através do pensamento positivo, conseguiram contrariar o ambiente de crise que actualmente se vive em Portugal e destacar-se nas mais diferentes áreas como o ensino, o desporto ou o turismo, exemplifica o director de Marketing da Liberty.

Cada um destes casos, através da sua história pessoal, “passaram pequenos ensinamentos que foram importantes na tomada de decisões, que foram úteis perante cenários pouco favoráveis, mas que permitiram superar desafios e prosseguir pelo caminho do sucesso”, conclui, em declarações ao VER.

A participação da equipa do professor Jorge Araújo constituiu uma “preciosa ajuda” na partilha com todos os que participaram nestas sessões informais, de técnicas motivacionais “bem dispostas e criadoras de emoções positivas, que permitem construir uma atitude activa preponderante capaz de cumprir e superar os objectivos impostos, quer sejam objectivos que impomos a nós próprios ou impostos por outros”.
Em suma, o Portugal Positivo é um projecto inovador, que pretendeu romper com o ciclo de negativismo e contagiar pelas boas atitudes.

Tratando-se do maior projecto de treino na área comportamental alguma vez realizado em Portugal, esta iniciativa integra-se no programa de acções de RS desenvolvido pela Liberty Seguros, reflectindo a filosofia de actuação da empresa, que entrou em Portugal em 2003, com uma equipa muito motivada e uma nova atitude, o que lhe permitiu “um excelente desempenho num mercado com condições muito difíceis”.

Portugal Positivo em números
Número de sessões 18 Sessões
Número de pessoas envolvidas 3683
Número de casos de sucesso apresentados 21
Fonte: Liberty Seguros

https://www.ver.pt/Lists/docLibraryT/Attachments/1219/hp_20110601_NoPaisDosTalentosEscondidos.jpg

Gabriela Costa

Jornalista