Criar emprego qualificado no sector das TI, onde existem 5 mil ofertas por preencher, é o propósito do programa Activar Portugal, que alia à formação e certificação Microsoft um mercado de emprego tecnológico. A iniciativa, que visa gerar 2 mil novos postos de trabalho ainda este ano, “reforça o papel das tecnologias de informação como motor de crescimento económico”, sublinha, em entrevista, Vânia Neto
POR GABRIELA COSTA

© DR

A Microsoft Portugal lançou recentemente o Activar Portugal – Programa de Formação e Valorização para o Emprego, que tem como objectivo a criação de emprego qualificado, formação, certificação oficial e valorização de competências em tecnologias Microsoft. Com esta “macro iniciativa” que resulta “do compromisso e trabalho conjuntos com os seus parceiros na criação de oportunidades de aprendizagem, formação, crescimento económico e criação de emprego qualificado em Portugal”, a empresa pretende colmatar uma falha do mercado: o fosso que existe entre o elevado número de ofertas de emprego na área das TI, e a falta de recursos humanos qualificados para as preencher.

Num contexto em que o desemprego, sobretudo, entre os mais jovens, continua a ser uma realidade nacional no mínimo preocupante, o que determinou a criação deste programa foi “dar resposta a um problema que deve ser entendido também como sendo da responsabilidade da iniciativa privada”, anunciou a Microsoft.

O  projecto conta já com o envolvimento de mais de 100 parceiros e visa ser um contributo activo para a formação de novos talentos e criação de emprego qualificado em Portugal. As metas são criar 2 mil empregos na área das tecnologias Microsoft em Portugal até ao final do ano, e certificar aproximadamente 10 mil pessoas até 2017.

No evento de apresentação do programa Activar Portugal, realizado em Lisboa, a 29 de Maio, estiveram presentes o Ministro da Economia, António Pires de Lima e o Ministro da Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares.

Em entrevista ao VER, Vânia Neto, directora para a área da Educação, Cidadania & Responsabilidade Social na Microsoft Portugal, cria “oportunidades de contacto directo entre empregadores e profissionais, permitindo que técnicos qualificados dêem a conhecer as suas credenciais curriculares e ajudando as empresas a identificar mais facilmente necessidades e perfis”.

.
.

Vânia Neto, Directora para a área da
Educação, Cidadania & Responsabilidade
Social na Microsoft Portugal

.

Qual é a relevância desta macro iniciativa na área do emprego, formação, requalificação e certificação tecnológica liderada pela Microsoft Portugal, no actual contexto socioeconómico e face aos números do desemprego jovem?
O Activar Portugal – Programa de Formação e Valorização para o Emprego é resultado do compromisso e trabalho conjuntos da Microsoft Portugal e das empresas parceiras na criação de emprego qualificado, formação e certificação oficial em tecnologias Microsoft. O projecto surge como resposta à dificuldade das empresas do sector em encontrarem profissionais com competências e formação adequada para responder às necessidades específicas do mercado.

Neste âmbito, ao promovermos o desenvolvimento de competências e a formação qualificada de profissionais na área das tecnologias de informação, estamos a endereçar respostas às empresas e a um mercado em constante desenvolvimento e transformação. Estamos também a criar oportunidades de contacto directo entre empregadores e profissionais, permitindo que técnicos qualificados possam dar a conhecer as suas credenciais curriculares e ajudando as empresas a identificar mais facilmente necessidades e perfis.

Tendo em conta o actual e desafiante contexto socioeconómico e os níveis preocupantes de desemprego, sobretudo jovem, que o País apresenta, acreditamos que este é um importante passo para a formação de novos talentos e para a criação de mais emprego qualificado no sector das Tecnologias de Informação (TI) em Portugal, onde existem cerca de 5 mil ofertas de emprego por preencher, e cerca de 2 mil, no caso de profissionais especializados em tecnologias Microsoft. Assistimos a uma dificuldade substancial por parte dos nossos parceiros em contratarem bons técnicos e, por essa razão, há uma capacidade de absorção quase imediata de todos os técnicos possuidores de uma certificação oficial Microsoft.

Estamos, por isso, a contribuir para reduzir o desemprego, em particular junto dos mais jovens, (cerca de 34,6% na faixa entre os 20 e os 24 anos em Portugal, comparativamente a 22,8% na Europa) e paralelamente a reforçar o papel do sector das Tecnologias de Informação como motor de crescimento económico em Portugal, posicionando o país como um pólo de inovação e competência europeu e mundial.

Em que medida vem esta iniciativa colmatar o fosso que existe entre essa necessidade de recrutamento na área das TI e a falta de profissionais qualificados para as preencher?
O Activar Portugal é uma plataforma que combina a oferta e a procura de emprego na área das TI em tecnologias Microsoft, já que coloca em contacto directo a rede de empresas parceiras que necessitam de recursos qualificados, com formação específica e certificada, e profissionais que pretendem ampliar a sua experiência e conhecimentos com vista à empregabilidade e progressão da sua carreira. A iniciativa é, por isso, um canal privilegiado e de acesso directo à rede de empresas parceiras da Microsoft, onde profissionais podem apresentar as suas credenciais curriculares, que serão mais facilmente identificadas pelas empresas interessadas, ampliando as oportunidades de empregabilidade.

“Há uma capacidade de absorção quase imediata dos técnicos com uma certificação oficial Microsoft”

.
.

É uma plataforma que cria oportunidades para a formação, certificação oficial e valorização de competências em tecnologias Microsoft, preenchendo o fosso que existe entre as necessidades de recrutamento e a falta de profissionais qualificados nestas tecnologias. A formação e certificação reconhecidas à escala mundial criam ainda oportunidades de carreira a nível nacional e internacional, contribuindo assim para reverter o nível de desemprego muito elevado em Portugal.

De que modo é que o trabalho a realizar conjuntamente com os vossos parceiros permitirá criar 2 mil empregos na área das tecnologias Microsoft em Portugal até ao final do ano? E atingir a meta de formar e certificar 10 mil pessoas até 2017?
Este é um projecto que nasceu da vontade e compromisso conjuntos da Microsoft e da sua rede de empresas parceiras na criação de oportunidades para desenvolvimento de competências, formação e criação de emprego qualificado em Portugal. Neste âmbito, cada empresa contribuirá activamente com a sua experiência para o desenvolvimento destas competências e com a criação de oportunidades de emprego, recorrendo ao portal para identificar profissionais certificados, com o perfil e competências necessárias e adequadas para determinada função ou oferta.

A Actual Training, a Alphappl, a Galileu, a GTI e a Rumos são algumas das empresas que compõem a rede de parceiros e que já estão a usar o mercado de emprego do portal Activar Portugal. O projecto arrancou com mais de 300 ofertas de emprego, sendo que o objectivo é que este número cresça exponencialmente.

O projecto permite o recrutamento de diversos profissionais, desde pessoas com poucos conhecimentos em tecnologias até especialistas na área que pretendam certificar-se em tecnologias Microsoft. Qual será a dinâmica da Janela de Emprego disponível neste portal?
O Activar Portugal dirige-se a quatro públicos distintos: pessoas com poucos conhecimentos de tecnologia; profissionais com alguns conhecimentos tecnológicos, que pretendem aprofundar essas capacidades com vista a uma progressão na carreira ou reingresso no mercado de trabalho; profissionais com bons conhecimentos, que pretendem certificar-se em tecnologias Microsoft; e pessoas que, possuindo competências em outras áreas, actualmente sem empregabilidade, pretendem valorizar-se para iniciar carreiras na área das tecnologias de informação. Para todos o portal oferece um percurso específico, dando uma resposta às suas aspirações.

Através da Janela de Emprego, as empresas parceiras e clientes Microsoft que pretendem recrutar técnicos especializados e certificados podem anunciar as suas vagas e, por outro lado, os técnicos qualificados podem colocar as suas credenciais curriculares para mais facilmente serem identificados pelas empresas interessadas.

Qualificação e certificação em tecnologia Microsoft
.
.

O Activar Portugal materializa-se num portal de conteúdos de aprendizagem, qualificação e certificação em tecnologia Microsoft, e dirige-se a quatro públicos distintos, proporcionando um percurso específico para cada um:

  • Para quem pretende dar os primeiros passos na aprendizagem tecnológica, o portal apresenta o Currículo de Literacia Digital, curso oficial de introdução às TI da Microsoft Corporation. Gratuito, este curso pode ser feito online e em sala de aula, em qualquer centro de formação do Programa Escolhas.
  • Para os que querem aprofundar conhecimentos, o projecto disponibiliza um conjunto amplo de cursos de formação em tecnologias Microsoft, bem como as “Microsoft IT Academies”, que abrem esta formação às instituições de ensino superior e profissional parceiras, com vista à certificação dos alunos. Adicionalmente, disponibiliza o acesso à “Microsoft Virtual Academy”, a escola internacional online da empresa, onde os interessados podem fazer formação gratuita em diversas áreas e consoante o seu perfil, e ser reconhecidos pelo mercado.
  • Para os profissionais com bons conhecimentos que se pretendem certificar, o portal faz o encaminhamento para os centros oficiais de certificação curricular. Uma vez aprovados nos exames, os candidatos recebem uma certificação oficial da Microsoft que os autentica como profissionais competentes e aptos para qualquer recrutamento, válida em todo o mundo.
  • Para pessoas com competências em áreas actualmente sem empregabilidade em Portugal, o Activar Portugal permite iniciar a aprendizagem de ferramentas de programação e outras competências tecnológicas Microsoft, e a sua certificação, com vista à inserção profissional na área das tecnologias.
PORTAL VER

Valores, Ética e Responsabilidade