Nasceu a Economia de Francisco Portugal, uma resposta portuguesa ao desafio do Papa. Fruto do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo do último ano por um conjunto heterogéneo de jovens portugueses que aceitaram o repto de Francisco para criar uma “aliança” que seja capaz de “mudar a economia de hoje e dar alma à economia do amanhã”, foi lançado um site com o objectivo de dar continuidade aos temas que serão tratados no Encontro de Assis, o evento mundial que se prolongará até sábado, 21 de Novembro
POR ACEGE NEXT

É agora o momento, não podemos esperar mais. Foi este o sentimento comum a muitos jovens que em Março de 2020 viram o evento da Economia de Francisco adiado devido ao contexto pandémico que se instalava.

Mas porque o desafio do Papa estava lançado, não havia razões para esperar mais! Por isso, jovens de todo o mundo começaram a unir esforços para preparar esta nova Economia, tão urgente e tão crucial. Uma economia que, como nos diz o Papa Francisco, “faz viver e não mata, inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, cuida da criação e não a devasta.”

Em Portugal foi criada a rede Economia de Francisco Portugal onde jovens, profissionais, investigadores e todos aqueles que se sentem impelidos por este propósito, procuram criar oportunidades de questionar o que precisa de ser transformado no panorama vigente e atuar em prol de uma economia mais centrada no amor e no cuidado por tudo o que nos rodeia. Acreditamos que é possível criar esta economia mais humana que promove uma ecologia integral e o bem comum.

E assim, partindo do apelo do Papa e tendo São Francisco de Assis como exemplo de personificação destes valores, dando o nome a esta nova Economia, começámos há um ano a preparar este caminho. Pela mão da ACEGE, que desde o primeiro dia promoveu e potenciou esta rede, fomos consubstanciando este percurso, através de encontros para aprofundar os principais temas que constam da encíclica Laudato Si, na qual o Papa esclarece qual a sua visão para esta nova Economia.

Entretanto, e um pouco por todo o mundo, foram surgindo iniciativas que deixavam clara a realidade que havia quem mais partilhasse da vontade de começar este trabalho. São muitos os acreditam que é possível repensar a economia como a conhecemos.

E é por isso uma enorme alegria poder viver o tão esperado evento internacional “The Economy of Francesco”, que nos dias 19 a 21 de Novembro junta todos estes jovens, num conjunto de conferências online. Na ordem do dia, estão temas como modelos de negócio para uma economia mais humana, a transição ecológica e social, a generatividade, os bens relacionais e a economia civil.

É com grande expectativa que estamos a viver estes dias. Enquanto portugueses, queremos muito ser parte ativa desta nova economia, tornando-a possível no nosso país. Cientes do desafio que enfrentamos, é nestes dias que percebemos a força deste movimento mundial, que se gerou em torno do apelo feito pelo Papa.

E se um pouco por todo o globo houver quem decida empenhar-se para ver concretizado este sonho, com o somatório de todas estas vontades não tardará até que o mesmo se transforme numa bela realidade.

Através dos links abaixo, convidamos todos a acompanhar esta conferência nos próximos dias:

20 de Novembro:
https://www.francescoeconomy.org/live-streaming/nov-20/
21 de Novembro:
https://www.francescoeconomy.org/live-streaming/nov-21/

E o convite é extensível a todos os que quiserem visitar o nosso site A Economia de Francisco Portugal.

Junta-te a nós e vem fazer parte desta nova Economia!

Nota: O artigo acima foi escrito por Luísa Gonçalves, associada da ACEGE NEXT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here