A conferência “Research, Learn and Do …with ethics, social responsibility and sustainability” será o ponto alto da 1ª edição da Semana da Responsabilidade Social Universitária, que o ISCTE-IUL promove entre 9 e 13 de Dezembro. O evento aberto ao público em geral visa demonstrar que “a formação para a cidadania assume um papel cada vez mais relevante para fazer face aos principais desafios que se colocam à humanidade”
POR GABRIELA COSTA

O ISCTE-IUL (Instituto Universitário de Lisboa) realiza nos próximos dias 9 e 10 de Dezembro a conferência “Research, Learn and Do …with ethics, social responsibility and sustainability”, que irá reflectir sobre o papel da responsabilidade social universitária e o contributo das escolas para a sustentabilidade.

© DR

A conferência integra-se na 1ª Semana da Responsabilidade Social Universitária, iniciativa liderada pelo Grupo de Trabalho em Responsabilidade Social e Sustentabilidade da universidade, que reúne um conjunto de acções culturais e de cidadania, entre 9 e 13 de Dezembro, com o objectivo de demonstrar como é que as escolas e as instituições de ensino podem, “enquanto atores globais e eticamente responsáveis”, contribuir para o fomento destas temáticas.

Em entrevista ao VER, Maria João Amante, coordenadora do Grupo de Trabalho em Responsabilidade Social e Sustentabilidade e Directora dos Serviços de Informação e Documentação do ISCTE-IUL, antevê a relevância das sessões previstas para a conferência de dois dias, dedicadas a temáticas como a RS universitária, os contributos das escolas para a sustentabilidade, o desenvolvimento local e regional, a investigação e transferência de conhecimento ou as boas práticas de RS, sublinhando que todas elas pretendem dar a conhecer os resultados, os desafios e os compromissos que a universidade assume em termos de ética, responsabilidade social e sustentabilidade.

.
.
© DR
Maria João Amante, coordenadora do
Grupo de Trabalho em Responsabilidade
Social e Sustentabilidade e Directora
dos Serviços de Informação e
Documentação do ISCTE-IUL
.

Como nasceu a ideia para realizar a 1ª Semana da Responsabilidade Social Universitária e quais são os objectivos desta iniciativa liderada pelo Grupo de Trabalho em Responsabilidade Social e Sustentabilidade do ISCTE-IUL?
A 1ª edição da Semana da Responsabilidade Social Universitária nasce da vontade do ISCTE-IUL em afirmar a importância do contributo da responsabilidade social universitária para o desenvolvimento responsável e sustentável da sociedade através das actividades de ensino, investigação e transferência de conhecimento, nas quais a formação para a cidadania e intervenção activa na comunidade assumem um papel cada vez mais relevante para fazer face aos principais problemas e desafios que se colocam à humanidade, no presente e no futuro.

Esta iniciativa foi criada pelo Grupo de Trabalho em Responsabilidade Social e Sustentabilidade do ISCTE-IUL (RSS-IUL), que é constituído por quatro funcionários não-docentes. Este Grupo de Trabalho em RSS foi constituído em Setembro de 2012 por iniciativa da Reitoria do ISCTE-IUL, sendo que a primeira tarefa que realizou foi a participação num programa internacional de Benchmarking em Responsabilidade Social Universitária, promovido pela Associação Columbus (da qual o ISCTE-IUL é membro), em colaboração com o Observatório Regional de Responsabilidade Social para América Latina e Caribe (ORSALC) e com o apoio do Instituto Internacional para a Educação Superior na América Latina e Caribe (IESALC-UNESCO).

Na sequência da participação neste programa internacional de Benchmarking em RSU, o Grupo de Trabalho em RSS do ISCTE-IUL elaborou um resumo das boas práticas identificadas ao longo do programa que tinham interesse em termos de aplicação e adaptação à nossa universidade, assim como um plano de acção para a implementação da Responsabilidade Social Universitária no ISCTE-IUL. A Semana da Responsabilidade Social Universitária foi precisamente uma das boas práticas identificadas ao longo do programa de Benchmarking e foi a iniciativa que o Grupo de Trabalho em RSS considerou ser a iniciativa mais adequada para lançar e dar a conhecer esta temática junto da comunidade interna e externa do ISCTE-IUL.

De que modo é que esta iniciativa se propõe demonstrar como é que as escolas e as instituições de ensino “podem, enquanto actores globais e eticamente responsáveis, contribuir para o fomento da Responsabilidade Social Universitária e para a Sustentabilidade”?
O ISCTE-IUL rege-se por valores e princípios de elevados níveis de ética, responsabilidade e sustentabilidade que procura concretizar em todas as suas actividades internas e externas. Desta forma, a Semana da Responsabilidade Social Universitária pretende demonstrar, através das várias acções que vão decorrer, o papel do ISCTE-IUL e de toda a sua comunidade no fomento da responsabilidade social e da sustentabilidade.

Pretende-se, assim, com a nossa Semana da Responsabilidade Social Universitária (RSU) dar visibilidade a projectos de cariz socialmente responsável realizados pelas escolas, entidades participadas, unidades de investigação e serviços do ISCTE-IUL; partilhar as boas práticas de algumas empresas e instituições de renome na relação com as universidades; chamar a atenção para os impactos sociais e ambientais mais significativos decorrentes da actividade humana; dar a conhecer formas inovadoras de empreendedorismo social; promover e divulgar o trabalho desenvolvido por várias IPSS; incentivar a reutilização criativa de materiais através da exposição de peças de artesãos nacionais que têm em comum o conceito de upcycling (processo que procura transformar resíduos ou produtos inúteis e descartáveis em novos materiais ou produtos de maior valor, uso ou qualidade), e revelar os talentos dos diferentes membros da comunidade ISCTE-IUL na produção de peças de artesanato; contribuir para o bem-estar biopsicossocial da comunidade através de um programa de promoção de saúde e prevenção da doença; recolher bens essenciais e outros artigos para posterior entrega a instituições de solidariedade social.

A quem se dirige a 1ª Semana de Responsabilidade Social Universitária e que expectativas têm, face ao nível de afluência e participação no evento? Prevêem a continuidade do projecto, em edições futuras?
A primeira semana da Responsabilidade Social Universitária dirige-se a todo o público em geral, quer seja do meio académico ou do meio empresarial, com especial destaque para todas as pessoas e entidades que actuem na área e encarem as questões da responsabilidade social e da sustentabilidade como um dos principais desafios da actualidade. Estamos a contar que seja um evento bastante participado não só por membros da comunidade interna, como também da comunidade externa do ISCTE-IUL. E que tenha continuidade no futuro.

.
.
© Magia por um canudo
Peças de artesãos presentes no MercArt
(ISCTE-IUL)
.

O que destaca do momento alto da semana – a Conferência “Research, Learn and Do… with ethics, social responsibility and sustainability” -, ao nível das temáticas em análise?
Todas as sessões da conferência são relevantes por pretenderem dar a conhecer os resultados, os desafios e os compromissos que o ISCTE-IUL assume em termos de ética, responsabilidade social e sustentabilidade, sendo que o painel sobre a contribuição e envolvimento das suas entidades participadas no desenvolvimento local e regional terá a particularidade de contar com a participação de alguns dos próprios beneficiários dos programas e projectos desenvolvidos pelas referidas entidades participadas.

A destacar o momento alto da conferência, referiria a mesa redonda onde se irão divulgar as boas práticas de responsabilidade social de algumas empresas no relacionamento com as universidades, onde estarão presentes oradores pertencentes a algumas das maiores empresas portuguesas, como a PT, EDP e o Montepio.

Em paralelo com a conferência, ocorrerá uma exposição de posters relativos a projectos e ações de cariz socialmente responsável desenvolvidos e/ou em desenvolvimento nas entidades participadas (ou por elas apoiados), nas unidades de investigação e nos serviços do ISCTE-IUL.

E ao nível do Painel diversificado de oradores nacionais e internacionais convidados?
Para além da referida presença de oradores nacionais pertencentes a algumas das maiores empresas portuguesas e da presença de um membro da direcção do GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial, destacaria a participação de especialistas nacionais e internacionais na temática da responsabilidade social.

A nível nacional, destacaria a presença de Gonçalo Pernas, professor auxiliar convidado do ISCTE-IUL (e que lecciona as cadeiras de Responsabilidade Social das Organizações, Ética e Sustentabilidade e Gestão da Mudança, entre outras), e que é também coordenador do Observatório da Economia Social em Portugal e consultor em Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Ética.

“A divulgação cultural é uma forma de assegurar que a formação humanística vá no sentido da missão socialmente responsável”

.
.

A nível internacional, sublinharia a presença do filósofo francês François Vallaeys, um especialista em ética aplicada às organizações e um dos fundadores do movimento da Responsabilidade Social Universitária na América Latina, o qual também é membro do Observatório Regional de Responsabilidade Social para a América Latina e o Caribe (ORSALC) e a presença de Gilbert Lenssen, presidente da Academy of Business in Society (ABIS) e membro da Direcção da European Foundation for Management Development (EFMD, o qual foi, entre vários outros cargos da sua longa carreira, global vice president da BP Solar International entre 1995 e 1999, tendo construído durante este período a estratégia de Soluções de Desenvolvimento Sustentável para o negócio em África e na Ásia.

A par da área do Conhecimento, explorada na Conferência de 9 e 10 de Dezembro e em outros eventos previstos, valorizam duas áreas: a cultura e a solidariedade social. Porquê?
A cultura é uma componente à qual foi dada bastante peso e importância no programa da Semana da RSU do ISCTE-IUL, uma vez que a divulgação cultural é uma forma de assegurar que a formação humanística vá no sentido da missão socialmente responsável da Universidade. Para além da exibição de uma peça de teatro pelo Grupo de Teatro do ISCTE-IUL Miscutem, organizámos também um Ciclo de Cinema e um Ciclo de Documentários, sendo que os próprios temas e conteúdos dos filmes de ambos os ciclos têm uma forte componente de responsabilidade social.

O objectivo do Ciclo de Cinema da Semana da RSU é, de uma forma lúdica, chamar a atenção para os impactos sociais e ambientais mais significativos decorrentes da actividade humana e dar a conhecer formas inovadoras de empreendedorismo social, procurando envolver a comunidade interna e externa do ISCTE-IUL em temas relacionados com a responsabilidade social.

Quanto ao Ciclo de Documentários, este terá um duplo objectivo: partindo de uma concepção abrangente de responsabilidade social, pretende-se mostrar algumas iniciativas locais e inovadoras da sociedade civil para promover a sustentabilidade social e ambiental no interior das suas comunidades e sensibilizar a comunidade ISCTE-IUL para um conjunto variado de questões que se relacionam com esta temática, tais como a exclusão social e as desigualdades sociais, e a promoção da inclusão e da diversidade cultural.

A solidariedade social também tem bastante peso no programa da Semana RSU pelo facto de fazer parte da própria essência da responsabilidade social. Desta forma, na Semana da RSU, procuraremos promover e divulgar o trabalho desenvolvido por várias IPSS, para além de estarmos a organizar uma campanha solidária, através da qual se pretende recolher alguns artigos que serão posteriormente entregues a instituições de solidariedade social.

© Gira o disco
Peças de artesãos presentes no MercArt (ISCTE-IUL)

O que visam as inúmeras acções nessas áreas e o que mais destaca do Programa, entre exposições, mercado de arte, actividades para pessoas com deficiências, uma acção de doação de sangue, etc?
Para além das actividades de cariz mais cultural e social referidas, destacaria, entre outras iniciativas da Semana da RSU: um programa de promoção de saúde e prevenção da doença, no qual se incluirá uma colheita de sangue em parceria com o Instituto Português do Sangue e da Transplantação, assim como uma acção de rastreio cardiovascular em parceria com a Farmácia União e um conjunto de sessões de diagnóstico e de massagens terapêuticas em parceria com a Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa; o Mercart, um mercado de artesanato que vai estar organizado em dois espaços distintos: o espaço “Reutilização Criativa”, onde estarão em exposição e venda um conjunto variado de peças de artesãos nacionais que têm em comum o conceito de upcycling, e o espaço “Talentos ISCTE-IUL”, onde os visitantes poderão apreciar e adquirir peças de artesanato produzidas pelos diferentes membros da comunidade ISCTE-IUL (alunos, docentes, investigadores e funcionários); uma demonstração de basquetebol em cadeira de rodas pelos utentes da Associação Portuguesa de Deficientes; e, por último, a iniciativa ISCTE-IUL Christmas for Children, de carácter solidário, cuja organização está a cargo da Secção Académica da AEISCTE-IUL em parceria com uma escola do 1º ciclo do ensino básico de um bairro social da área metropolitana de Lisboa (EB1/JI da Cova da Moura – turma do 2º ano com cerca de 25 alunos), e que tem como principais objectivos proporcionar a crianças provenientes de agregados familiares com carências financeiras um dia especial e diferente, bem como incentivar e sensibilizar os alunos universitários a ajudar o próximo.

2ª edição da Universidade Intergeracional
O ISCTE-IUL está também a promover, desde medos deste mês, mais uma edição da iniciativa Universidade Intergeracional (UI). A acção visa reunir formandos e formadores, júniores e seniores, numa iniciação à investigação em áreas de estudo como a Família, a Saúde Mental e as Relações Intergeracionais.

.
.
© DR
.

A interacção entre diferentes gerações, em meio académico, “possibilita um conjunto integrado de aprendizagens e benefícios para as partes envolvidas, realidade que caracteriza a génese deste projecto”, que decorre pelo segundo ano consecutivo, até ao dia 14 de Maio de 2014.

Os temas abordados são as componentes de um projecto de investigação (background, objectivos, metodologia, recolha de dados, análise de dados, discussão, conclusões e abstract), que permitem aos alunos a aprendizagem de como se faz um projecto numa equipa intergeracional: “os alunos aprendem as várias componentes, reúnem-se em grupos intergeracionais e escolhem um tema específico para estudar”, dentro das três grandes áreas da iniciativa, divulgou o ISCTE-IUL.

Ao longo do ano lectivo 2013-2014, os alunos da Universidade Intergeracional têm acesso a vários congressos e iniciativas, dos quais se destacam o 1º Encontro sobre a Promoção de Políticas Amigas da Família, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (3 de Dezembro de 2013), o XXIV Workshop sobre Políticas para a Família, na Fundação Calouste Gulbenkian (18 de Março de 2014), a Comemoração do Dia da Solidariedade Intergeracional (29 de Abril de 2014) e o X Encontro: Família, Comportamentos Aditivos, Dependências e Envelhecimento, também na FLAD (26 de Junho de 2014).

Gabriela Costa

Jornalista