No Verão em que os jovens partem para férias com o cinto mais apertado – e, para os que precisam de uma oportunidade no mercado de trabalho, com o pesado número do desemprego nesta geração a tornar incerta a rentrée –, ocupar parte do período de férias a realizar um programa de formação pode ser a melhor opção. O VER reúne neste artigo várias acções que aliam conhecimento a aquisição de competências e experiência de campo, em áreas tão diversas como economia e gestão, empreendedorismo social, engenharias, ou ambiente e energia. De forma totalmente gratuita ou não, este é um investimento garantido para valorizar o futuro
POR GABRIELA COSTA

Estes programas de formação proporcionam saber académico, contacto com boas práticas e redes de apoio dinâmicas, mas também aquisição de competências em skills fundamentais para lidar com o mundo profissional – como capacidade de liderança e trabalho em equipa –, e experiências concretas que permitem o desenvolvimento do talento dos jovens, criando valor para promover o sucesso das suas carreiras profissionais.

As várias propostas capacitam os jovens para desafiar o mercado de trabalho com ideias inovadoras e motivação pessoal, conferindo-lhes uma oportunidade acrescida para encontrarem um emprego na sua área de formação académica, ou iniciarem e desenvolverem um negócio por conta própria.

Como criar um negócio em 4 semanas

© DR

Summer of Startups
16 de Julho a 14 de Agosto @ CATÓLICA-LISBON
O Summer of Startups é um programa de aceleração para jovens empreendedores que pretendam desenvolver, testar e validar um modelo de negócio internacional, aplicando a metodologia FastStart – desenvolvida pela Fábrica de Startups. Esta metodologia foi recentemente testada, com a participação de duzentos empreendedores, no programa “Energia de Portugal”.

O programa, que decorre entre 16 de Julho e 10 de Agosto, nas instalações da CATÓLICA-LISBON School of Business and Economics, assenta no formato de bootcamps – duas vezes por semana, às 2ªs e 5ªs Feiras –, com sessões de workshops.

Tendo por objectivo ajudar jovens empreendedores de várias áreas de formação, incluindo economia e gestão, a criar uma startup de sucesso global, a iniciativa integra a colaboração de vários mentores que têm vindo a desafiar-se na área do empreendedorismo.

O foco desta formação é “criar uma equipa de excelência que reúna perfis diversos e complementares e que possibilite a concretização da ideia em negócio”. Segundo a organização, não é necessário ter uma ideia de negócio ou uma equipa pré-definida para integrar a iniciativa. As candidaturas podem ser individuais ou em grupo e incluem a presença de alunos e ex-alunos com licenciatura, mestrado e MBA de várias universidades.

Os destinatários são licenciados ou pós-graduados em Gestão, Economia, Engenharia, Ciências ou Design pela Universidade Católica de Lisboa, Instituto Superior Técnico, Universidade Nova de Lisboa, IADE, ISCTE e ISEG.
A CATÓLICA-LISBON é actualmente reconhecida internacionalmente como uma das melhores Business Schools, sendo a mais reputada escola portuguesa, de acordo com o ranking do Financial Times que elege as melhores da Europa e do mundo. Reconhecimento que é reforçada pela Triple Crown, conjunto das acreditações atribuídas pelas três agências de referencial internacional na certificação de Business Schools. Contando actualmente com mais de cem programas ao nível da Formação de Executivos, forma anualmente cerca de dois mil profissionais de áreas como Gestão, Economia, Comportamento Organizacional, Liderança, Marketing, Finanças, Saúde, Construção, Energias Renováveis e Telecomunicações, entre outras.

Para além da colaboração da CATÓLICA-LISBON School of Business and Economics, o Summer of Startups reúne o apoio do BET – Clube de Empreendedorismo desta universidade. De sublinhar que a participação no Summer of Startup é totalmente gratuita.

Mais informações

Diálogo entre a Escola e a Empresa

© DR

“Inovar em Engenharia”
9 de Julho a 30 de Setembro @ Sintra

A Projecto.Detalhe, PME na área de engenharia e gestão de projectos, volta a lançar o programa “Inovar em Engenharia”, realizado pela primeira vez no ano passado. Trata-se de um programa de Verão que tem como objectivo ajudar os jovens a desenvolver capacidades, a resolver problemas e a pensar como engenheiros.

Esta iniciativa destina-se a alunos do ensino secundário e superior, e decorre nas instalações da empresa, em Sintra, envolvendo visitas de campo a obras desenvolvidas e/ou geridas pela mesma e o estudo de soluções para projectos reais, debatidos em conjunto com engenheiros das áreas civil, electrotécnica, mecânica, química e instrumentação.

O evento enquadra-se na aposta da Projecto.Detalhe na vertente educativa. Após “o sucesso da edição passada, a empresa optou por dar continuidade a este programa que faz o diálogo entre a escola e o meio empresarial, por acreditar na importância da partilha de conhecimentos entre seniores e juniores, para ambas as partes. O objectivo é identificar futuros talentos que podem vir a acrescentar valor à empresa, tornando-a mais competitiva.

O programa de Verão “Inovar em Engenharia” tem a duração de uma semana – a decorrer no período entre 9 de Julho a 30 de Setembro.

O valor da participação no programa é de 30 euros e reverte na totalidade para a Qe, associação de solidariedade social localizada em Sintra que dá apoio a crianças e jovens com deficiência. As inscrições estão abertas.

Mais informações e inscrições

Investir na internacionalização

© DR

Curso de Verão – Internacionalização nos Sectores do Ambiente e Energia
6 a 15 de Setembro  @ Instituto Superior de Gestão

Com uma duração de 35 horas, este Curso Livre promovido pela Business&Economics School/ISG pretende criar as condições para que os profissionais das empresas portuguesas dos sectores do ambiente e da energia adquiram os conhecimentos e competências essenciais ao sucesso no planeamento e implementação de processos de internacionalização.

Para tanto, esta formação alia uma componente mais teórica, onde serão percorridos os diferentes aspectos envolvidos no pensamento estratégico, planeamento económico, gestão de projecto, financiamento, plano de marketing e comunicação, e implementação de processos de internacionalização, com a apresentação de um conjunto de casos práticos por parte de empresas portuguesas envolvidas em processos de internacionalização, nos mercados em foco.

Complementarmente terão lugar intervenções a cargo de diversas entidades, com vista a dar a conhecer detalhadamente as especificidades de cada um destes mercados, assim como as oportunidades de negócio para as empresas portuguesas dos sectores do ambiente e energia, com uma forte perspectiva de sustentabilidade.

Defendendo que os processos de internacionalização das empresas portuguesas dos sectores do ambiente e da energia “mais do que uma opção, são uma necessidade e uma oportunidade, embora não isenta de riscos ou incertezas” (já que implicam uma complexidade que pode envolver investimentos e recursos significativos, bem como know-how e experiência), o Instituto Superior de Gestão promove, com este curso de Verão, as competências e o planeamento estratégico requerido para que os processos de internacionalização resultem com sucesso, e de forma sustentável.

Com data prevista de arranque agendada para o dia 6 de Setembro, o Curso Internacionalização nos Sectores do Ambiente e Energia aborda temáticas como Estratégias de internacionalização nos Sectores do Ambiente e Energia e Especificidades e oportunidades de negócio na Europa, na Ásia e Médio Oriente, América Latina e EUA e em África.

Promovido pela APEA – Associação Portuguesa de Engenharia do Ambiente, tem Direcção Científica de Pedro Santos e Cândida Rocha, da APEA, e Direcção Pedagógica do professor Nuno Oliveira, do CIGEST-ISG.
No âmbito da Estratégia de Sustentabilidade e de Responsabilidade Científica e Social do Instituto Superior de Gestão, o valor da inscrição nesta formação será creditado no valor da candidatura/inscrição/matrícula a um curso de licenciatura/pós-graduação/mestrado do INP – Instituto Superior Novas Profissões e do ISG, para o ano lectivo 2012/2013.

Mais Informações e Inscrições

Transformar os sonhos em valor

© DR

IV Bootcamp em ES e II ISEP Portugal
28 de Setembro  a 12 de Outubro @ Vila Real e Cascais

O IES – Centro Formação e Investigação em Empreendedorismo Social realiza a 4ª edição do Bootcamp de Empreendedorismo Social, entre 28 e 30 de Setembro, (em regime de internato) em Vila Real.

Dedicado a “ideias novas ou em fase de (re)lançamento”, o evento constitui um “modelo de ensino inovador”, que oferece a possibilidade dos participantes aprenderem num ambiente aplicado e num período intenso de 48 horas, desenvolvendo o conceito de empreendedorismo social em equipa. Ao mesmo tempo, procura criar entre os participantes uma rede forte de pares, que o IES considera “um dos factores mais importantes para o êxito das iniciativas”.

O programa permite construir iniciativas válidas, definir os seus modelos de negócio e planos de implementação, preparar Pitchs fortes e motivar a equipa. Todas as iniciativas são apresentadas a um painel de investidores no final e as três melhores têm a oportunidade de receber capacitação de implementação por três meses após o Bootcamp.

Esta rede de agentes de mudança ‘IES powered by INSEAD’ organiza também, entre 8 a 12 de Outubro em Cascais, O ISEP Portugal, dedicado a iniciativas sociais já implementadas que lidam com desafios de crescimento, inovação e gestão.

Trata-se de um programa dinâmico que alavanca “as competências e conhecimento em gestão do INSEAD e a experiência de terreno do IES” para desenvolver a melhor formação em português para empreendedores e gestores sociais. Consistindo numa semana intensiva preenchida com conhecimento académico e análise de casos práticos sobre a inovação de modelos de negócio, gestão de organizações híbridas, liderança, desafios e processos de expansão, crescimento e sustentabilidade, a iniciativa de Formação em Empreendedorismo Social foi lançada em 2011, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e da Fundação EDP, a exemplo dos Bootcamps.

A primeira edição reuniu um grupo de excelência de gestores e empreendedores de iniciativas já implementadas com forte missão social para acelerar o seu desenvolvimento e potenciar a transformação social. Podem também participar técnicos, investidores, gestores e pesquisadores que queiram entender a lógica do Empreendedorismo Social e como podem apoiar e trabalhar com projectos sustentáveis.

Estão abertas inscrições para as duas datas, que constituem as últimas edições destes programas em 2012.

Mais informações e inscrições

Campos de férias com actividades inclusivas

BIPP – Espaço IN Férias / Verão 2012
9 de Julho a 31 de Agosto @ Escola E.B.1 da Galiza (Estoril)

© DR

Estão já a decorrer os campos de férias inclusivos do BIPP – Banco de Informação de Pais para Pais –, dirigidos a crianças e jovens com e sem necessidades especiais. Mais uma vez, a Fundação Luís Figo torna possível a crianças desfavorecidas o acesso a este Espaço IN Férias – Verão 2012, que decorre de 09 de Julho a 31 de Agosto, num novo espaço e com actividades recreativas e desportivas e programas de desenvolvimento de competências cognitivas, para além dos momentos de animação programados para este Verão.

Destinado a crianças e jovens com idade entre os 6 e os 18 anos, o Espaço IN Férias – Verão 2012 realiza-se na Escola EB1 da Galiza, no Estoril, e tem um calendário de actividades diversificado, com idas à praia, aulas de surf e passeios no âmbito do Cascais Natura, entre outras acções.

Como explica Joana Santiago, presidente do BIPP, o acompanhamento qualificado para crianças e jovens com e sem necessidades especiais que os campos de férias do BIPP asseguram “é fundamental para desenvolvermos um trabalho lúdico e pedagógico que nos permite atingir o nosso objectivo final: incentivar a plena inclusão desses cidadãos na sociedade e incentivá-los a conviver com a diferença”. Na sua opinião, “as famílias de crianças ou jovens portadores de deficiência continuam a sentir uma grande lacuna durante as férias escolares por não existirem actividades que se adaptem às suas necessidades.”

Criada, em 2005, por um grupo de pais de crianças com necessidades especiais, a associação BIPP tem como objectivo agir sobre o futuro dos cidadãos com deficiência, através de um trabalho conjunto das famílias, técnicos e agentes sociais, para a construção do seu projecto de vida. Actuando nas áreas da saúde, educação, apoio jurídico e integração no mercado de trabalho, o BIPP cria respostas que promovam a participação e inclusão social destes cidadãos. Através do seu Portal e dos Centros de Atendimento, o BIPP disponibiliza aos utentes informação permanentemente actualizada sobre os recursos e as respostas existentes tanto ao nível da Administração Pública como da iniciativa privada.

O apoio da Fundação Luís Figo assegura a participação, sem qualquer custo para as famílias, de cem crianças desfavorecidas, com e sem deficiência, garantindo assim, “a oportunidade para estas crianças usufruírem de um espaço seguro e de bem-estar, promovendo o seu desenvolvimento e estímulo, com actividades adaptadas a cada uma, num ambiente de lazer e alegria para que possam conviver e viver melhor as suas férias escolares de verão”, como sublinha Sara Souto, directora-geral da Fundação Luís Figo.

A selecção das crianças e jovens que participam neste campo de férias através deste apoio da Fundação é feita mediante a apresentação de provas de carência, como o escalão da segurança social. O IN Férias – Verão 2012 está também aberto a crianças e jovens não abrangidos pelo apoio da FLF.

O projecto tem como entidades parceiras o Centro de Serviços para o Desenvolvimento Psicomotor e a Talentos Especiais, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e da By.
As inscrições estão abertas.

Mais informações e inscrições

https://www.ver.pt/Lists/docLibraryT/Attachments/1490/hp_20120725_DesafiarOpresenteParaConquistarOfuturo.jpg

Gabriela Costa

Jornalista