Um novo confinamento. E agora?

0
“Existe no mundo toda a capacidade necessária para superar mais este momento e, inclusive, para o tornar único e transformador. Mas serão a ética e o caráter que determinarão o sucesso desta nova jornada”

Reclamar a humanidade ou premir ENTER e seguir em frente?

0
Em tempo de férias e do merecido descanso, é habitual escrevermos sobre temas leves, pois já basta o peso habitual do trabalho e das...

O todo é maior que a soma das partes

0
Na Accenture a área de Inclusão e Diversidade assenta no princípio de que o todo é maior que a soma das partes. Em entrevista,...

Giving Tuesday: Portugal adere a movimento global de generosidade

0
Sabemos que um apelo para uma causa, feito por de pessoas ou entidades que conhecemos e respeitamos, tem uma melhor resposta, e é esse o papel reservado a cada um: apoiar a causa que o toca para inspirar a sua comunidade a agir

Cidadãos europeus admitem “travar” progresso tecnológico…

0
… se tal servir para limitar a automação dos postos de trabalho. Esta é uma de várias conclusões surpreendentemente pessimistas reveladas por um inquérito...

A escola da paz

0
O projecto educativo global Scholas “continua a plantar a oliveira e a semear os valores da cultura e do encontro”

Cuidado: os Doutores Palhaços causam alucinações e dependência!

0
De acordo com o livro “Rir é o Melhor Remédio?”, da Operação Nariz Vermelho, 92% das crianças hospitalizadas assumem esquecer-se que estão num hospital...

Bergoglio, o padre que aprendeu a rezar

Evocando em particular um dos períodos mais negros da história da Argentina, a altura em que vigorou no país uma brutal ditadura militar, o...

A caminho do Portugal dos Pequenitos?

0
O prolongado ciclo de envelhecimento do país, com as crescentes quebras da natalidade a impedir a renovação das gerações, encontra, em 2016, uma inusitada...

O Trabalhador estará mais feliz e descansado, sendo mais produtivo e grato à empresa

0
Parecemos estar a sair da pandemia e os indicadores sugerem que estas alterações vieram para ficar, pelo menos em grande parte.

COM O APOIO DE:

Parceiro Gulbenkian

Presidente da República entrega à ACEGE a Ordem de Mérito em...

0
“Pelos vossos 70 anos de vida, como católico, sinto-me muito orgulhoso. Como me sinto como cidadão. Como me sinto como Presidente da República de todos, com ou sem fé”