Clima, fome e morte não aquecem nem arrefecem os líderes mundiais

Só na primeira metade de 2022 e em conjunto, seis empresas de combustíveis fósseis tiveram lucros mais do que suficientes para cobrir os custos dos grandes eventos climáticos e extremos que têm afectado os países pobres

A pobreza sente-se ou especifica-se? Ou sente-se e especifica-se?

0
A medição da pobreza não se pode limitar à observação de um único indicador

Poverty Stoplight: transformar a realidade dos trabalhadores, mas também a da empresa

1
“Cada pessoa tem o potencial de ser um agente da sua própria melhoria”

A insustentável pobreza sem nome e sem rosto

0
“Vivemos rodeados por focos de pobreza que se cruzam connosco, na rua, nas empresas, nos vizinhos. Há certamente algo que nos diz respeito e que está ao nosso alcance fazer”

SEMÁFORO: que impacto pode ter nas organizações e pessoas?

0
“O programa SEMÁFORO só poderá ser implementado em empresas que aceitem o desafio de serem elas próprias protagonistas da transformação da realidade socioeconómica portuguesa”

SEMÁFORO: uma inovadora ferramenta de responsabilidade social

“A pobreza não é só económica mas, e como preconiza o SEMÁFORO, deve ser considerada em termos holísticos”

O impacto do trabalho em rede no combate à pobreza

“A insuficiência de recursos económicos, mesmo após as transferências sociais, origina privação material a vários níveis, o que por si só contribui para a perpetuação do ciclo de pobreza no agregado familiar”

SEMÁFORO: ouvir bem para agir bem

0
“Um dos grandes desafios que a organizações sociais enfrentam é identificar e ajudar aqueles que precisam e que não têm ‘aspecto’ de necessitados”

Moratórias fora da média

“O drama real é a pobreza, que se pode dizer ter sido a grande esquecida nestes dois anos de emergência”

O desafio que nos toca

“Quem entra em pobreza prolongada tem dificuldade em sair desse estado, e é precisamente a inversão desta situação que sonhamos, pretendemos e queremos que venha a suceder”

Inflação, consumidores e a “ansiedade das facturas”

0
Quase seis em cada 10 dos auscultados (58%) afirmam que o aumento generalizado nas suas contas está a ter um impacto negativo no seu bem-estar, comparativamente a 45% que afirmaram o mesmo em 2021

Rede Sociais

4,149FansCurti