Os perigos de “seguirmos a nossa paixão”

Existe uma enorme diferença entre controlarmos a nossa paixão ou deixar que seja ela a controlar-nos

O que querem os trabalhadores?

0
Apesar de os desejos dos trabalhadores variarem em particular no que respeita à geração a que pertencem, mais salário, maior flexibilidade e um trabalho desafiante são requisitos comuns a todos eles

Requalificar é palavra de ordem

0
De acordo com a McKinsey Global, 44% dos respondentes estão convencidos de que as suas empresas irão enfrentar escassez de competências ao longo dos próximos cinco anos e 43% reportam a existência dessa mesma escassez já nos dias que correm

Christina Koch, a mulher que veio do espaço

0
Apesar dos feitos de Christina Koch serem por demais importantes independentemente do facto de ser mulher, também no espaço a questão da diversidade é tema

Como conviver com imbecis que nos fazem a vida negra

3
“Um imbecil é alguém que nos faz sentir humilhados, ‘desenergizados’, desrespeitados ou oprimidos” ou, por outras palavras, alguém que “nos faz sentir como lixo”

O apelo alarmante das maiores instituições financeiras do mundo

“Se os bancos centrais são chamados a preservar a estabilidade financeira e dos preços na era das alterações climáticas, é do seu interesse ajudar a mobilizar todas as forças necessária para vencer esta batalha"

A batalha para a confiança será travada no campo do comportamento ético

0
A análise identificou que a confiança é construída de acordo com dois factores por excelência: a competência e o comportamento ético. E uma avaliação mais profunda demonstrou que, nos dias de hoje, nenhuma instituição é considerada como simultaneamente competente e ética

WhistleBlowing ou SpeakUp?

0
“Ninguém se tem que sentir ‘herói’ para reportar. Reportar terá que ser encarado como um comportamento natural, desejável e até como uma forma de demonstrar respeito por todos os que fazem parte da organização”

“O modelo que nos serve melhor é o que é orientado pelo propósito”

0
“Se eu pensar como é que contribuo para um propósito maior e se, enquanto líderes, conseguirmos dar esse mesmo propósito a quem trabalha connosco, a diferença que isso poderá fazer é gigantesca”

Riscos globais: turbulência é o novo normal

0
De uma forma geral, a economia global está a confrontar-se com um “abrandamento sincronizado”, os cinco últimos anos foram os mais quentes desde que há registos e espera-se que os ciberataques aumentem este ano

“Layoff evitou o desemprego massivo”, diz ministra do Trabalho

0
“Esta crise também demonstrou de forma evidente que ninguém estava preparado para o momento que vivemos e que muitas pessoas estavam completamente fora do sistema, com a pandemia a afectar mais violentamente as relações laborais mais frágeis”

Rede Sociais

4,117FansCurti