O futuro e as máquinas que vão devorar o nosso trabalho

2
Uma bênção para uns, uma maldição para outros, uma certeza para todos: os céleres progressos na inteligência artificial e na automação conduzirão a um...

Um regresso com futuro

0
São jovens empreendedores que migram para o campo com uma renovada cultura de território, e visão a longo prazo da importância da agricultura para...

Ajudar a construir a força de trabalho do futuro

0
Em todo o mundo, 200 milhões de pessoas não têm emprego e quase 60% dos CEOs afirmam que a escassez de competências laborais está...

E se um robot estiver prestes a roubar o seu trabalho?

0
“A automação é como o Voldemort: uma força terrível que ninguém está disposto a nomear”. Esta é apenas uma das afirmações de um dos...

“A aposta na capacitação da geração jovem tem produzido os seus frutos”

0
Com o contributo da Accenture Portugal, a iniciativa “Skills to Succeed” visa dotar 700 mil pessoas, em todo o mundo, com as competências necessárias...

Quer trabalhar seis horas diárias? Mude-se para a Suécia

0
A correlação entre horários reduzidos de trabalho e maior produtividade não é nova. Nem sequer é inovadora a experiência que o governo sueco está...

Vítimas de tráfico: marcadas para a vida

0
Em pleno século XXI, a realidade do tráfico humano traduz-se numa rede tão cruel quanto lucrativa. Alertando para o crescente número de emigrantes que...

Novo ano, velhos problemas

Como é habitual, o Fórum Económico Mundial divulga o seu top 10 de tendências que irão afectar o planeta e a humanidade nos próximos...

Ciber-vadiagem, preguiça ou horários laborais desajustados?

0
A produtividade no local de trabalho é tema recorrente na literatura de gestão e pesquisa académica. Mas o seu oposto – as longas horas...

“A economia social é uma economia de partilha”

0
Para se tornarem agentes competitivos, as organizações sociais devem encarar a economia social como “uma economia de partilha, sem capelinhas” e onde o conhecimento...

“Fadiga pandémica” está a contagiar europeus

0
Estima-se que, pelo menos na Europa, cerca de metade da população esteja a padecer de "cansaço pandémico", o que se traduz igualmente na procura de menos informação sobre o vírus, menor preocupação com os riscos e menos disponibilidade para atentar aos comportamentos recomendados

Rede Sociais

4,152FansCurti