“Se esta é a maior crise que já vimos, não tem de ser a...

“Se no início a questão era a da liquidez, porque não havia transacções durante o confinamento, nesta segunda fase o problema passa a chamar-se solvibilidade, ou “o peso da dívida que vai ser arrastado por empresas perfeitamente saudáveis e que podem até morrer”

“Está provado que conseguimos dar a volta quando é preciso”, garante a líder do...

0
“É possível gerir empresas com responsabilidade social, cuidar do ambiente e gerar lucro”, garante Isabel Furtado, administradora executiva do Grupo TMG

“Todos os nossos valores saíram reforçados desta crise”, diz Salvador de Mello

0
Afirmando que, em momentos de crise, a tomada de decisão tem de ser rápida e ágil, o CEO da José de Mello Saúde assegurou que, em todas as decisões tomadas, “as pessoas foram sempre a sua principal prioridade”, de que é exemplo também a manutenção do apoio às comunidades onde estão inseridos

“Layoff evitou o desemprego massivo”, diz ministra do Trabalho

0
“Esta crise também demonstrou de forma evidente que ninguém estava preparado para o momento que vivemos e que muitas pessoas estavam completamente fora do sistema, com a pandemia a afectar mais violentamente as relações laborais mais frágeis”

Manuel Clemente: “a esperança é performativa”

0
Colher os dados, reflectir sobre os mesmos e avançar com toda a cautela, porque estamos diante de uma ameaça completamente nova, é o caminho que a Igreja pretende seguir, pois “estamos cá para resolver o problema e não para o agravar”

“O modelo que nos serve melhor é o que é orientado pelo propósito”

0
“Se eu pensar como é que contribuo para um propósito maior e se, enquanto líderes, conseguirmos dar esse mesmo propósito a quem trabalha connosco, a diferença que isso poderá fazer é gigantesca”

Quem é João Bento, o CEO dos CTT?

0
“O que interessa verdadeiramente é ter um quadro moral sólido, de princípios inabaláveis, em conjunto com linhas vermelhas que não podemos ultrapassar”

Liderar para transformar segundo Santo Inácio de Loyola

“Há que ter clareza quanto ao fim, clareza quanto aos meios, clareza quanto à liberdade e clareza quanto ao que, de alguma maneira, se aceita suportar fruto dessa mesma liberdade”

“Quando encontramos o nosso propósito, estamos salvos”

Quem o afirma é o actual CEO da Sogrape, a famosa empresa de vinhos presente em mais de 120 países. Através de uma história...

Grupo Pestana ou a capacidade de “evitar a vaidade do investimento”

0
Foi no mais recente almoço-debate da ACEGE, e sob o tema “Liderar para transformar”, que José Theotónio falou sobre os principais desafios do seu...

Rede Sociais

4,152FansCurti