O acordo ‘histórico-céptico’

O Acordo de Paris alcançou um compromisso global histórico, no que ao alcance de um esforço universal, estrutural e progressivo para combater as alterações...

Desafios humanitários para um drama desumano

0
A Fundação AMI e o Global Compact realizaram mais uma edição dos Encontros Improváveis, este ano dedicada ao complexo desafio (da falta) de direitos humanos que...

Este país (não) é para velhos

0
Os grandes desafios demográficos da actualidade estiveram em análise numa conferência realizada a 6 de Abril na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Perante a...

Assédio: do talk da compliance ao walk das culturas éticas

Ajudar a compreender as implicações éticas da nova lei sobre assédio no trabalho esteve a cargo de Helena Gonçalves, docente da Católica Porto Business...

Corrupção: o vírus mutante

0
“Nunca se deve subestimar os recursos das pessoas corruptas”, alerta Ronald Berenbeim que, em conjunto com Jonas Heartle, esteve na AESE para apresentar um...

O futuro tem a ver com emoções, não com tecnologia

0
Quem o assegura é Patrick Dixon, reconhecido visionário e consultor de negócios que esteve em Lisboa no âmbito da 14ª Assembleia de Alumni da...

A Europa precisa mais de arroz ou de Deus?

0
Se para Manuel Braga da Cruz é impossível entender a cultura europeia sem a influência cristã, uma opinião similar tem João Pereira Coutinho quando...

Crónica de uma educação anunciada

0
Durante três dias, foram vários os especialistas internacionais em educação para a sustentabilidade que, em conjunto com mais de 70 oradores oriundos de 16...

É necessário promover uma “relação simbiótica entre a família e o trabalho”

0
O desconhecimento da lei, o medo de represálias e o receio de perder o emprego são alguns dos principais motivos que levam a que...

Economia circular: um regresso às origens?

0
Considerando que, se nada for feito, a sustentabilidade do planeta está em risco, os mentores do GreenFest elegeram a economia circular como o tema...

Douro, há muito tempo para sempre

0
Chamar artéria ao Douro nem sequer será justo, pois que o rio, com os tributários que tanto nos trazem, é mais o coração do norte de Portugal do que outra coisa qualquer

Leituras à sombra

Rede Sociais

4,149FansCurti