Sozinho em casa ou o lado negro do teletrabalho

De acordo com um estudo que avaliou o impacto do trabalho remoto, a solidão emerge como uma das principais queixas dos trabalhadores, com 94% dos respondentes a apontarem este sentimento como uma consequência negativa para a sua saúde mental

“Fadiga pandémica” está a contagiar europeus

0
Estima-se que, pelo menos na Europa, cerca de metade da população esteja a padecer de "cansaço pandémico", o que se traduz igualmente na procura de menos informação sobre o vírus, menor preocupação com os riscos e menos disponibilidade para atentar aos comportamentos recomendados

Porque a saúde mental dos líderes é negócio sério

0
Na ânsia para gerir o melhor possível, os líderes não dão prioridade à sua saúde mental, bem-estar e resiliência, o que conduz mais facilmente a situações de burnout, “fadiga na decisão” e, mais importante ainda, à ausência de vitalidade necessária para enfrentar mais uma maratona que se avizinha

Como viver entre a vontade e o medo de abraçar?

0
É muito provável que as marcas do isolamento provocadas pela quarentena estejam para ficar e que a forma como nos relacionamos com os outros, em conjunto com muitos hábitos e comportamentos, possa mudar definitivamente

Como manter a sanidade mental dentro de quatro paredes

0
Em toda a história da humanidade, as pessoas sempre procuraram a estrutura de grupo como forma de interagir com outros seres humanos, ou seja, é antinatural não o fazer

Porque o medo também é contagioso

“O que faz o coronavírus ser particularmente alarmante é o facto de estar rodeado de incógnitas e, mesmo sabendo-se que, no abstracto, a doença pode ser considerada como ‘ligeira’, a verdade é que tal não ajuda a inibir o medo”

Os perigos de “seguirmos a nossa paixão”

Existe uma enorme diferença entre controlarmos a nossa paixão ou deixar que seja ela a controlar-nos

Resoluções de início de ano: por que é tão difícil mantê-las?

As pessoas encaram geralmente as suas resoluções de ano novo como objectivos de curto prazo a serem atingidos e é por isso que, ao não as alcançarem rapidamente, acabam por se sentir desmotivadas e, na maioria das vezes, desistem.

Férias, sem culpa

Sentimentos de culpa e incapacidade de “desligar” são crescentemente comuns entre os trabalhadores que vão de férias

À procura da anatomia da esperança

0
Há quem diga que é a última a morrer, mas também que quem dela vive, morre de fome. Mas o que é a esperança?...

Rede Sociais

4,152FansCurti

Privacy Preference Center

Necessary

Este site usa cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.

Cookies essenciais. Podemos usar cookies essenciais para autenticar usuários e impedir o uso fraudulento de contas de utilizadores.