Laudato Si: uma resposta para o nosso tempo

0
Para além da necessidade de acudir às graves questões sanitárias e aos problemas económicos imediatos que a pandemia tem vindo a causar, surgem diversas vozes que se interrogam sobre que mundo queremos que saia desta crise, ou seja, para que “normalidade” pretendemos regressar ou avançar

A literacia mediática da relação cinema-educação

0
Serão os projectos de cinema e educação capazes de capacitar crianças e jovens com habilidades sociais e competências culturais necessárias para que sejam cidadãos...

Conjuntura económica projecta incerteza

0
A actual conjuntura económica mantém sinais da recuperação no consumo privado, de estabilização nas exportações mas de continuada hesitação no processo de investimento. De...

A urgência da Reinvenção, com Esperança

0
“Na transição para a terceira década do século XXI, não nos devemos deixar acorrentar na escuridão pela projecção de imagens que julgamos reais, temendo a cegueira, se decidirmos enfrentar a luz do mundo real. Este é o tempo para ter a mente aberta para sair da caverna”

Década de mudanças

Nos últimos dez anos, ideias retrógradas de consultores engravatados, com intervenções relâmpago, que escondem conhecimento e não capacitam organizações, evoluíram para concepções de consultores...

Match Point

0
É quase uma contradição: para que tenhamos uma ética que sobreviva à passagem dos líderes, temos de ter líderes que preparem as pessoas para...

A gestão nas instituições sociais em Portugal

0
Nos últimos meses, primeiro com o caso da Cáritas e mais recentemente com a Raríssimas e outras entidades, tem-se assistido ao que parece ser...

Estamos preparados para partilhar?

0
“Estamos presos neste planeta. Uns estão em boas casas, o trabalho continua e o salário também. Outros nem por isso. Mas uma coisa é certa: isto só vai acabar bem se todos estivermos bem!”

Trazer para Lisboa inovações sociais internacionais

0
Durante três dias, a Câmara Municipal de Lisboa trouxe a Portugal empreendedores sociais de diferentes países que vieram apresentar inovações sociais com provas dadas...

WhistleBlowing ou SpeakUp?

0
“Ninguém se tem que sentir ‘herói’ para reportar. Reportar terá que ser encarado como um comportamento natural, desejável e até como uma forma de demonstrar respeito por todos os que fazem parte da organização”

Os 50 anos da Doutrina de Friedman e o propósito em...

0
Apesar das críticas ao ensaio de Friedman, há uma verdade inconveniente que continua a persistir para todos os que procuram uma versão mais “suave” do capitalismo: a de que se uma empresa não está a obter lucros para os accionistas, é muito difícil cuidar dos seus outros constituintes

Rede Sociais

4,156FansCurti