A urgência da Reinvenção, com Esperança

0
“Na transição para a terceira década do século XXI, não nos devemos deixar acorrentar na escuridão pela projecção de imagens que julgamos reais, temendo a cegueira, se decidirmos enfrentar a luz do mundo real. Este é o tempo para ter a mente aberta para sair da caverna”

Laudato Si: uma resposta para o nosso tempo

0
Para além da necessidade de acudir às graves questões sanitárias e aos problemas económicos imediatos que a pandemia tem vindo a causar, surgem diversas vozes que se interrogam sobre que mundo queremos que saia desta crise, ou seja, para que “normalidade” pretendemos regressar ou avançar

Quando o suporte colapsa

0
“Muitas organizações sociais não têm reservas financeiras que permitam aguentar o impacto de um evento catastrófico. Isso quer dizer que meses de financiamento reduzido atirarão para o desemprego muitas pessoas e ditarão o fim de algumas organizações”

Estamos preparados para partilhar?

0
“Estamos presos neste planeta. Uns estão em boas casas, o trabalho continua e o salário também. Outros nem por isso. Mas uma coisa é certa: isto só vai acabar bem se todos estivermos bem!”

Coronavírus e Corporate Governance

0
“A evolução do surto pandémico, que tão agudas preocupações causa às empresas e à economia em geral, suscita desafios importantes em termos de corporate governance”

Será mesmo necessário um Ethics Office?

1
A existência generalizada de organizações éticas talvez seja (ainda) uma utopia. Mas cabe a cada um de nós, gestores, trabalhadores, políticos, investigadores, educadores ou cidadãos em geral, reconhecer a sua importância e fazer com que haja um crescente número de organizações (mais) éticas

WhistleBlowing ou SpeakUp?

0
“Ninguém se tem que sentir ‘herói’ para reportar. Reportar terá que ser encarado como um comportamento natural, desejável e até como uma forma de demonstrar respeito por todos os que fazem parte da organização”

Os desafios da 4ª Revolução Industrial na Empregabilidade e no apoio às Pessoas Vulneráveis

“Enquanto a eficiência humana, social e organizacional tende a melhorar com a quarta revolução industrial, a liberdade humana necessita ser mantida, com especial atenção sobre as novas questões éticas que se levantam”

Um olhar sobre Portugal e a Europa à luz da doutrina social da Igreja

Conferência Episcopal Portuguesa divulga Carta Pastoral que reflecte sobre os principais desafios com que os portugueses se deparam à luz da DSI

Do capitalismo errante ao capitalismo consciente e ético

0
Capitalismo ético e consciente é possível

Os 50 anos da Doutrina de Friedman e o propósito em...

0
Apesar das críticas ao ensaio de Friedman, há uma verdade inconveniente que continua a persistir para todos os que procuram uma versão mais “suave” do capitalismo: a de que se uma empresa não está a obter lucros para os accionistas, é muito difícil cuidar dos seus outros constituintes

Rede Sociais

4,156FansCurti

Privacy Preference Center

Necessary

Este site usa cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.

Cookies essenciais. Podemos usar cookies essenciais para autenticar usuários e impedir o uso fraudulento de contas de utilizadores.