Porque é preciso “Fazer AconteSER”

0
Contribuir para a melhoria da competitividade das empresas nacionais e dotá-las de instrumentos de gestão responsável é o grande objectivo do programa AconteSer, apresentado...

1507 empresas renovam compromisso de pagar a horas

“A renovação simbólica deste compromisso faz-nos acreditar que da transformação decorrente deste ‘contrato’ é possível alterar a cultura do atraso sistemático nos pagamentos tão enraizada entre os líderes portugueses”

“Mais do que nos queixarmos, devemos mudar e construir”

A justiça intergeracional e a prática de um modelo empresarial sustentável deram o mote à intervenção de Joana Cordovil Cardoso. Gerir fraldas, ensinar filosofia...

“A ética, antes de ser empresarial é pessoal”

0
Na sua primeira entrevista enquanto presidente da ACEGE, João Pedro Tavares sublinha que não está “no exercício de um mandato, mas de um serviço”....

Competitividade local gera crescimento empresarial

0
Valorizar a experiência profissional e a integração dos participantes num “ambiente empresarial dinâmico e aberto à mudança” é o objectivo do Programa Avançado em...

Liderar para transformar segundo Santo Inácio de Loyola

“Há que ter clareza quanto ao fim, clareza quanto aos meios, clareza quanto à liberdade e clareza quanto ao que, de alguma maneira, se aceita suportar fruto dessa mesma liberdade”

A renúncia de Bento XVI e a conversação milenar

0
A ideia de evolução gradual, de conversação entre passado, presente e futuro esteve no centro da mensagem do pontificado de Bento XVI JOÃO CARLOS ESPADA* A...

Novo Banco: maioria prefere venda a nacionalização

0
A esmagadora maioria (85%) dos empresários e gestores inquiridos no Barómetro de Fevereiro da ACEGE prefere a venda do Novo Banco à nacionalização. Quanto...

Maioria tem resistido a reduções salariais

0
A maioria dos executivos inquiridos na edição de Outubro do estudo de opinião diz que ainda não realizou cortes nas remunerações. E não concorda...

A liderança cristã deve ser chamada para estes tempos que vivemos

0
A liderança cristã é uma liderança que, em primeiro lugar, se entende como serviço aos outros. Para mim, o líder é aquele que consegue inspirar os outros a mobilizarem a sua liberdade para se comprometerem. O que queremos é que as pessoas tragam o seu melhor, aquilo que é a sua originalidade para dentro das empresas. E o líder é aquele que consegue inspirar as pessoas para se comprometerem efetivamente nisso.

Estado da ética nas empresas portuguesas: (ainda) é complicado

0
“Portugal cresce em todos os indicadores – nomeadamente nos mecanismos de SpeakUp, no aconselhamento e na formação – mas continua a posicionar-se abaixo da média dos 13 países inquiridos”

Rede Sociais

4,149FansCurti