De Lisboa para Assis – a preparar uma nova economia

A ACEGE Next iniciou, no passado mês de Junho, o 2º módulo da Economia de Francisco, onde mensalmente cerca de 40 participantes se juntam virtualmente para aprofundar os 12 temas propostos para o evento com o mesmo nome a ter lugar na cidade italiana de Assis

“Se esta é a maior crise que já vimos, não tem de ser a...

“Se no início a questão era a da liquidez, porque não havia transacções durante o confinamento, nesta segunda fase o problema passa a chamar-se solvibilidade, ou “o peso da dívida que vai ser arrastado por empresas perfeitamente saudáveis e que podem até morrer”

“Está provado que conseguimos dar a volta quando é preciso”, garante a líder do...

0
“É possível gerir empresas com responsabilidade social, cuidar do ambiente e gerar lucro”, garante Isabel Furtado, administradora executiva do Grupo TMG

“Todos os nossos valores saíram reforçados desta crise”, diz Salvador de Mello

0
Afirmando que, em momentos de crise, a tomada de decisão tem de ser rápida e ágil, o CEO da José de Mello Saúde assegurou que, em todas as decisões tomadas, “as pessoas foram sempre a sua principal prioridade”, de que é exemplo também a manutenção do apoio às comunidades onde estão inseridos

“Layoff evitou o desemprego massivo”, diz ministra do Trabalho

0
“Esta crise também demonstrou de forma evidente que ninguém estava preparado para o momento que vivemos e que muitas pessoas estavam completamente fora do sistema, com a pandemia a afectar mais violentamente as relações laborais mais frágeis”

Manuel Clemente: “a esperança é performativa”

0
Colher os dados, reflectir sobre os mesmos e avançar com toda a cautela, porque estamos diante de uma ameaça completamente nova, é o caminho que a Igreja pretende seguir, pois “estamos cá para resolver o problema e não para o agravar”

Estado tem de pagar dívidas aos fornecedores

É essencial, especialmente em situações de crise, reafirmar que pagar a horas é um instrumento central para ajudar a manter a liquidez das empresas e, desta forma, garantir a sobrevivência e a recuperação económica

“O ressurgimento da economia terá que ser num novo paradigma”

“Com este confinamento, todos apreenderemos que é possível e aconselhável viver de maneira mais frugal, menos acelerada, e voltar a pensar e a reflectir verdadeiramente nas grandes questões humanas, sociais, económicas e políticas”

Construir a esperança na crise

1
A crise pede-nos rigor, competência, energia, exigência. Mas também paciência, generosidade e confiança. É isso que nos é pedido, é isso que teremos de procurar dar

Jejum, esmola e oração

Não será em nome de uma fraternidade tolerante mas abstracta que partilhamos os nossos bens, o nosso tempo, a nossa vida – mas porque queremos assumir a missão de Jesus

“A estratégia é particularmente necessária em tempos de mudança”

0
São demasiadas as organizações que investem tempo, energia e dinheiro na rigorosa definição da estratégia, mas falham depois na sua implementação efectiva no terreno e não obtêm os resultados desejados

Rede Sociais

4,154FansCurti