João Roquete: “A visão para o Esporão esteve sempre muito à frente do seu...

0
“Uma das coisas mais importantes na história do Esporão foi o facto da sua visão inicial estar correcta e acertada e ser muito à frente do seu tempo, mas sustentando até hoje uma vantagem competitiva, uma cultura e uma percepção das pessoas em relação à nossa empresa e que muito nos ajuda a fazer o nosso trabalho”

A sua empresa já aderiu à norma efr?

0
“Para que a difusão das medidas e informação relacionada com a efr possa ter o impacto interno pretendido, é necessário adoptar formas claras e transparentes de comunicação”

1507 empresas renovam compromisso de pagar a horas

“A renovação simbólica deste compromisso faz-nos acreditar que da transformação decorrente deste ‘contrato’ é possível alterar a cultura do atraso sistemático nos pagamentos tão enraizada entre os líderes portugueses”

Atrasos nos pagamentos, pandemia e os novos riscos

“Os setores mais expostos aos impactos da pandemia são os que estão a aumentar mais significativamente os dias de atraso nos pagamentos aos seus fornecedores”

Só 3% das grandes empresas pagam a horas

0
Pagar a horas podia ser uma espécie de bazuca europeia de efeitos constantes na liquidez das empresas portuguesas. Mas o Estado continua a reter...

Uma economia onde apenas 16% das organizações pagam a horas está “gravemente doente”

“Como podemos motivar um líder a pagar no prazo acordado?”

“É claro que o país não está ‘em moratória’”, defende Paulo Macedo

0
“Uma forma de contribuirmos para sair desta crise é sermos uma liderança que corresponda ao que as pessoas sentem neste momento”

Gestores e empresários olham para o futuro com pessimismo

0
Com o país a viver momentos catastróficos, não é de admirar que um clima de derrotismo generalizado se instale em toda a sociedade. E...

“Os desafios da Encíclica Fratelli Tutti”

0
“Para responder à pergunta quem é o meu próximo?, será preciso percorrer, tanto a via curta dos encontros pessoais, como a via longa das mediações institucionais. Como verdade da intenção e do acto de se fazer próximo está a caridade”. As palavras são do P. José Frazão Correia sj e deram o mote à mais recente conferência da ACEGE, dedicada aos “desafios da encíclica Fratelli Tutti”.

O impacto dos pagamentos atrasados na economia

Toda a relação empresarial deve assentar no respeito pelos compromissos assumidos. O respeito pelos prazos de pagamento acordados é tão importante como qualquer outro...

Trabalho remoto: vantagens, riscos e desafios

0
Arménio Rego e Miguel Pina e Cunha foram os professores convidados a partilhar o que já se sabe e se aprendeu sobre a experiência massiva de trabalho remoto a que temos estado sujeitos

Rede Sociais

4,152FansCurti