Riscos Globais: as “poli-crises” e o primeiro retrocesso no desenvolvimento humano em décadas

0
«A crise do custo de vida assume-se como o maior risco a curto prazo, enquanto o fracasso da mitigação e adaptação ao clima constituem as maiores preocupações a longo prazo»

Portugal tem de perder o rótulo de mau pagador

Reconhecidas 2078 organizações com um “diploma” de bom comportamento financeiro

O Inverno do nosso descontentamento

O mês de Dezembro mais quente desde que há registos

Quanto vale a conciliação?

0
Com a adopção do modelo efr, os líderes estarão a contribuir para a humanização das organizações permitindo desta forma a criação de uma sociedade melhor e mais equilibrada

Porque deve ser recordado o contributo da ACEGE para 2023

“Enfatizo um conjunto de iniciativas que vários membros da ACEGE identificaram como sendo urgentes adoptar na gestão e no seu comportamento enquanto gestores»

“Precisamos de parceiros e mecenas que nos ajudem a concretizar este sonho”

«A minha maior paixão profissional é sem dúvida trabalhar com pessoas, especificamente na área das migrações»

Dar abrigo a quem não o tem

0
A intervenção com a população em situação de sem-abrigo pressupõe perceber que o seu problema não é apenas a ausência de habitação, mas muito mais do que isso

Podemo-nos dar ao luxo de ter cidadãos de segunda?

0
«A RESHAPE acredita e trabalha diariamente para transformar as prisões, para que deixem de ser escolas de crime para passarem a ser escolas de vida, de sonhos e de oportunidades»

ACEGE lança programa para sinalizar e transformar situações de maior fragilidade nas empresas

Cabe às empresas, numa primeira fase, cuidar dos que são mais próximos, destacando-se os seus colaboradores e as famílias mais pobres

2023: A única certeza continuará a ser a incerteza

0
Oferecer às pessoas oportunidades contínuas de crescer e aprender, apostar na flexibilidade, e orientar as empresas para os seus valores e propósito serão acções essenciais em 2023

Rede Sociais

4,149FansCurti