“A pandemia permitiu-nos vislumbrar os desafios da automação no futuro”

0
“Mesmo que exista uma gigantesca incerteza sobre o futuro e sobre quais as competências e capacidades que mais valiosas serão para o acolhermos, a melhor resposta a essa incerteza é a flexibilidade”

LUÍS CABRAL: “é preciso um novo modelo de solidariedade para reformar o Estado social”

0
“Independentemente das políticas económicas mais ou menos liberais, a tendência natural do sistema será para a criação de níveis ainda mais elevados de desigualdade”

Razões a favor e contra o teletrabalho após a pandemia

0
Algumas empresas estão a adoptar modelos flexíveis, entendendo que nem todos os funcionários podem trabalhar a partir de casa, mas que várias tarefas podem ser adaptadas a cada empregado, semana, projecto…

A Economia de Francisco nos países de língua portuguesa

0
“Brevemente estaremos reunidos novamente para fortalecer as nossas convicções e, como Cristãos comprometidos, inspirar e sermos multiplicadores de ações que gerem  uma sociedade mais fraterna, sã e sustentável”

“A Estratégia Nacional de Combate à Corrupção poderia e deveria ir muito mais longe”

1
“Há que apostar forte numa cultura de integridade e transparência, quer no sector público, quer no sector privado”

Um terço dos cidadãos europeus acredita que a corrupção está a agravar-se

0
Em Portugal, 48% dos cidadãos inquiridos usaram ligações pessoais e/ou familiares para aceder a serviços públicos nos últimos 12 meses

O desafio que nos toca

“Quem entra em pobreza prolongada tem dificuldade em sair desse estado, e é precisamente a inversão desta situação que sonhamos, pretendemos e queremos que venha a suceder”

PartilhadaMente: quando o contexto, a história de vida e os interesses intelectuais se juntam,...

A plataforma PartilhadaMente conta já com nove profissionais de saúde e que oferecem diferentes tipos de terapias

Já foi dado o tiro de partida para o modelo de trabalho híbrido

0
A esmagadora maioria dos trabalhadores deseja algum nível de controlo sobre como, onde, e quando trabalha

RGPD, “mosquitos inteligentes” e a problemática da (in)segurança de dados

0
“Estamos a caminhar para uma sociedade muitíssimo mais protegida, muitíssimo mais segura, mas em que o direito à intimidade da vida privada foi excluído das cartas constitucionais”

Rede Sociais

4,149FansCurti