Crise: o que estão as empresas efr a fazer pelos seus colaboradores

“Dar esperança” aos colaboradores é o sentimento que prevalece como prioritário nos planos de muitas empresas

O futuro dos negócios está já a ser reescrito

Perda de controlo, excesso de incerteza, demasiadas diferenças relativamente às rotinas normais, preocupações sobre a competência face a novas tecnologias e ameaças a planos futuros são alguns dos efeitos que já se fazem sentir nas empresas por causa da pandemia

Estamos preparados para partilhar?

“Estamos presos neste planeta. Uns estão em boas casas, o trabalho continua e o salário também. Outros nem por isso. Mas uma coisa é certa: isto só vai acabar bem se todos estivermos bem!”

Como manter a sanidade mental dentro de quatro paredes

Em toda a história da humanidade, as pessoas sempre procuraram a estrutura de grupo como forma de interagir com outros seres humanos, ou seja, é antinatural não o fazer

Guia para gestores em tempos de caos

Hoje temos a certeza que a flexibilidade e a adaptabilidade não são opções, mas necessidades. E aqueles que souberem usar esta crise para se adaptarem, emergirão dela, e muito provavelmente, mais fortes

Construir a esperança na crise

A crise pede-nos rigor, competência, energia, exigência. Mas também paciência, generosidade e confiança. É isso que nos é pedido, é isso que teremos de procurar dar

Porque o medo também é contagioso

“O que faz o coronavírus ser particularmente alarmante é o facto de estar rodeado de incógnitas e, mesmo sabendo-se que, no abstracto, a doença pode ser considerada como ‘ligeira’, a verdade é que tal não ajuda a inibir o medo”

Teletrabalhemos!

Sendo ainda demasiado cedo para se fazer previsões, certo é que, nos próximos tempos, os trabalhadores portugueses terão de aprender a lidar com novas rotinas e, de certa forma, a “redescobrirem-se” enquanto profissionais

Coronavírus e Corporate Governance

“A evolução do surto pandémico, que tão agudas preocupações causa às empresas e à economia em geral, suscita desafios importantes em termos de corporate governance”

Sub-representação das mulheres: homens podem ser os melhores aliados

Para que exista um impacto genuíno, é importante que as empresas complementem as mudanças nas atitudes individuais com compromissos organizacionais mais alargados que contribuam para a prosperidade da igualdade e da inclusão

Francisco, o Papa que não nos deixa sozinhos

“O drama que estamos a atravessar impele-nos a levar a sério o que é sério, a não nos perdermos em coisas de pouco valor; a redescobrir que a vida não serve, se não é para servir. Porque a vida mede-se pelo amor”

Rede Sociais

4,071FansCurti