A Crise de Refugiados na Europa: um longo caminho a percorrer

“Uma boa integração na sociedade depende não só da disponibilidade do refugiado para aprender e adaptar-se a uma nova cultura, mas também da comunidade local que o recebe”

“A pandemia permitiu-nos vislumbrar os desafios da automação no futuro”

0
“Mesmo que exista uma gigantesca incerteza sobre o futuro e sobre quais as competências e capacidades que mais valiosas serão para o acolhermos, a melhor resposta a essa incerteza é a flexibilidade”

LUÍS CABRAL: “é preciso um novo modelo de solidariedade para reformar...

0
“Independentemente das políticas económicas mais ou menos liberais, a tendência natural do sistema será para a criação de níveis ainda mais elevados de desigualdade”

Razões a favor e contra o teletrabalho após a pandemia

0
Algumas empresas estão a adoptar modelos flexíveis, entendendo que nem todos os funcionários podem trabalhar a partir de casa, mas que várias tarefas podem ser adaptadas a cada empregado, semana, projecto…

Se empresas são feitas de pessoas, como manter ambientes de trabalho...

0
“Talvez estejamos a testemunhar a chegada de um outro tempo, no qual as empresas precisam de voltar a olhar para seus colaboradores a partir de uma nova perspectiva: com mais espaço para o erro e mais segurança psicológica para a vulnerabilidade”

Um terço dos cidadãos europeus acredita que a corrupção está a...

0
Em Portugal, 48% dos cidadãos inquiridos usaram ligações pessoais e/ou familiares para aceder a serviços públicos nos últimos 12 meses

PartilhadaMente: quando o contexto, a história de vida e os interesses...

0
A plataforma PartilhadaMente conta já com nove profissionais de saúde e que oferecem diferentes tipos de terapias

Vacinar, distanciar, mascarar e desinfectar – quatro verbos para a quarta vaga

1
“Agora que a pandemia se torna a agravar e que Lisboa volta a apresentar algarismos alarmantes, importa novamente – e este advérbio é desnecessário – dar todo o palco a quem dedica a vida às ciências trazidas a prestar contas”

Sociedade 5.0: utopia ou um passo em frente para o futuro...

0
Co-criar um futuro que visa a resolução de problemas estruturais, a descentralização e a resiliência, a criação de valor, tudo isto em harmonia com o ambiente, tendo sempre no centro o ser humano e as suas mais prementes necessidades é a proposta da Sociedade 5.0

É necessária uma mudança sistémica na forma como colaboramos, ouvimos e...

0
“Numa época em que as questões económicas e sociais estão a sofrer um agravamento e a vulnerabilidade dos indivíduos está a aumentar, uma abordagem do futuro precisa de ser coesa e não gerar divisões”

PARCEIROS

parceiros ver

Rede Sociais

4,149FansCurti