Voluntariado em tempos de pandemia

0
“O voluntariado não é a solução para a insuficiência de recursos humanos da economia social”

A sustentabilidade não é romântica

0
Vamos ser claros: a sustentabilidade não é romântica. A sustentabilidade é negócio.

Reindustrializar Portugal

Devemos identificar os fatores que contribuem para o constrangimento do nosso potencial industrial e procurar eliminá-los na sua origem

Juntos. Relançar o mundo

Muitas empresas foram forçadas, sob a pressão da pandemia, a reinventar-se, a mudar estratégias, a repensar abordagens e objetivos e fizeram-no mais rápido do que alguma vez imaginariam. E fizeram tudo isto não deixando de cumprir critérios de produção ainda mais rigorosos e contribuindo para um controlo mais eficaz do contágio

A urgência da Reinvenção, com Esperança

0
“Na transição para a terceira década do século XXI, não nos devemos deixar acorrentar na escuridão pela projecção de imagens que julgamos reais, temendo a cegueira, se decidirmos enfrentar a luz do mundo real. Este é o tempo para ter a mente aberta para sair da caverna”

Para quando um regresso a uma normalidade sem Medo?

0
“A ação cura o Medo. O regresso a uma nova normalidade dependerá muito da nossa ação individual e colectiva”

Ir de férias em tempo de COVID-19

0
“Uma coisa é certa: o vírus desconhece o que são férias. Deveremos então pensar o que são férias e o que elas nos proporcionam num contexto tão especial quanto o presente”

Ética pós-Covid: obrigatório repensar

0
A confiança e a responsabilidade individual adquirem novas dimensões. Temos de confiar mais, há mais situações de decisão necessariamente autónomas, e a capacidade de cada um pensar e analisar cada caso adquire uma nova importância, até de um ponto de vista da gestão do risco para a empresa

Ética em tempo de crise

Alguns gestores e empresários, sobretudo de empresas de média e pequena dimensão, têm trabalhado sobre grande pressão desde o começo desta crise. Deveríamos admirar mais e valorizar mais estas pessoas

Quem quer ser Bio-linário?

“O planeta não parou, mas até agradeceu que tivéssemos abrandado por uns minutos. Claro que isto não ia durar e, assim que pudemos, voltámos à carga bruta e dura sobre os sistemas ecológicos e recursos naturais, não tivéssemos sido assim forjados”

Onde está o teu irmão? Reagir à indiferença com um novo...

0
Sair de si para encontrar e se encontrar com os outros, os outros apreciados por aquilo que são, é por aqui o caminho de conversão e de reforma de vida, de estilo de vida, não só pessoal, mas também dos grupos e das instituições

Rede Sociais

4,152FansCurti

Privacy Preference Center

Necessary

Este site usa cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.

Cookies essenciais. Podemos usar cookies essenciais para autenticar usuários e impedir o uso fraudulento de contas de utilizadores.