Radiografia do talento

0
São 60 os países analisados no que respeita à sua capacidade de desenvolver, atrair e reter talentos no recém-publicado índice de talento global realizado...

A Academia da cooperação e ambição

0
“A consolidação transversal de competências e recursos disponíveis no sistema universitário e de investigação nacional é uma necessidade imperiosa”, afirma Manuel Ferreira de Oliveira....

Estas palavras não as leva o vento

0
Tempo de descanso, tempo de leituras. Várias temáticas, novas reflexões. Como qualquer outra selecção, também a escolha do VER de dez livros para incluir...

A importância da retenção em tempos de crise

0
Estando claro que, de acordo com as linhas estratégicas específicas das empresas (contenção vs expansão), a própria estratégia de gestão de recursos humanos deverá...

Alguns CEO são “psicopatas bem-sucedidos”

0
“De génio e de louco todos temos um pouco”, diz o adágio popular. O problema é quando são os loucos geniais a decidirem o...

No país dos talentos escondidos

0
É possível superar os constrangimentos emocionais agudizados pela actual crise económica através de comportamentos construtivos e atitudes positivas no quotidiano familiar e profissional de...

Uma janela de oportunidade para desempregados

0
Está aberta, até ao dia 25 de Junho, a segunda fase de candidaturas ao Fundo de Capital de Risco Bem Comum. Quatro meses depois...

Being the Boss

0
Parece fácil, mas não é. Na verdade, quando alguém é promovido a “patrão”, está longe de imaginar que tal salto é tão complexo como...

Movidos a energias alternativas

0
São desafiadores, inquietos e detestam a rotina. Questionam as hierarquias, mas valorizam as relações de mentoring. Desejam a ascensão profissional rápida, mas não vivem...

Help them SHINE

0
O que realmente distingue um bom gestor de um gestor excelente é a sua capacidade de inspirar os que com ele trabalham a darem...

PARCEIROS

parceiros ver

Rede Sociais

4,155FansCurti

Os 50 anos da Doutrina de Friedman e o propósito em...

0
Apesar das críticas ao ensaio de Friedman, há uma verdade inconveniente que continua a persistir para todos os que procuram uma versão mais “suave” do capitalismo: a de que se uma empresa não está a obter lucros para os accionistas, é muito difícil cuidar dos seus outros constituintes