Liderar para transformar segundo Santo Inácio de Loyola

“Há que ter clareza quanto ao fim, clareza quanto aos meios, clareza quanto à liberdade e clareza quanto ao que, de alguma maneira, se aceita suportar fruto dessa mesma liberdade”

B Corps lideram modelo de (r)evolução organizacional

São já mais de 1600 as empresas que se comprometeram a operar no mercado de uma forma radicalmente diferente das suas congéneres convencionais. Numa...

Obrigatório arranjar espaço na bagagem

É já uma tradição no VER. Em vésperas de férias e para esquecer as agruras dos longos meses de trabalho, nada melhor que deixar...

Movidos a energias alternativas

São desafiadores, inquietos e detestam a rotina. Questionam as hierarquias, mas valorizam as relações de mentoring. Desejam a ascensão profissional rápida, mas não vivem...

Há novos degraus a subir para os que ambicionam ser CEO

Se a sua aspiração é pegar no leme de uma empresa e conduzi-la aos lucros e ao reconhecimento em determinado sector, saiba que a...

“As empresas devem fazer um exercício de reposicionamento”

As maiores dificuldades que as PME portuguesas enfrentam “estão na acessibilidade a mercados e a financiamento”. Para João Pedro Tavares, as empresas devem ter...

Líderes: é importante mudar o ‘chip’ para o mundo digital

Os líderes e gestores empresariais ainda não estão totalmente preparados para o mundo digital. Esta é a principal conclusão de um estudo recente, apresentado...

Cultura é a grande “muralha” da China

“O impacto da participação chinesa na economia mundial, a sua musculatura financeira e a sua fome por matérias-primas está realmente a alterar as nossas...

O lobo bom e o lobo mau

Aquilo que “alimentarmos”, que sustentarmos com o nosso tempo, energia e acção, irá florescer. Podemos alimentar e manter uma atitude de raiva, arrogância ou inferioridade ou podemos optar por alimentar uma atitude de paz, empatia ou compaixão

Está na hora de fazer um reset ao seu cérebro

Na era do excesso de informação, privilegiar as pessoas que conseguem fazer múltiplas coisas em simultâneo é norma. Principalmente nos locais de trabalho, onde...

PARCEIROS

parceiros ver

Rede Sociais

4,059FansCurti

Riscos globais: turbulência é o novo normal

De uma forma geral, a economia global está a confrontar-se com um “abrandamento sincronizado”, os cinco últimos anos foram os mais quentes desde que há registos e espera-se que os ciberataques aumentem este ano