A agilidade é a nova moeda dos negócios

Os modelos de negócios que resistiram ao longo de décadas estão agora sob ameaça enquanto resultado da disrupção digital e as equipas de liderança têm de reconhecer que abraçar a incerteza e ter a coragem de tomar decisões ousadas representa o novo normal

Maças podres, cultura e factores situacionais: o porquê e o como...

Não existe nenhuma receita mágica para erradicar os lapsos éticos, mas através de uma melhor percepção do que influencia a tomada de decisão e o comportamento das pessoas, as empresas poderão agir com base em melhores evidências para os combater

Talento: o que esperam os empregados dos empregadores e vice-versa?

Os empregados esperam maiores níveis de transparência, mais flexibilidade e maior responsabilização por parte das empresas que os pretendem atrair e reter.

O início da morte do primado do accionista? (I)

O Business Roundtable, lobby empresarial que integra 181 CEOs das maiores empresas dos Estados Unidos, oficializou uma nova Declaração sobre o Propósito da Empresa, na qual se compromete em beneficiar todos os stakeholders e a não colocar os interesses dos accionistas em primeiro lugar.

O que as empresas devem fazer para acreditarmos nas suas boas...

“Colocar os stakeholders em primeiro lugar” pode soar bem como princípio, mas é fácil perder de vista o que tal realmente significa. Como podem as grandes empresas abraçar, genuinamente, este novo propósito?

Ano de 2018 bate recordes no número de CEOs despedidos por...

Pela 1ª vez em 19 anos, as saídas forçadas de CEOs das maiores empresas mundiais devem-se a “lapsos éticos” e não a uma pobre performance financeira

Liderança moral ainda é raridade nas empresas

Por mais urgente que seja adoptar uma liderança moral, esta continua a ser um oásis no meio do deserto

Capitalismo consciente: servir o ecossistema e não o “ego-sistema”

Thomas Eckschmidt conduzirá, em Lisboa, o programa “Conscious Business Journey”, a tradução “prática” dos fundamentos do capitalismo consciente

Liderar para transformar segundo Santo Inácio de Loyola

“Há que ter clareza quanto ao fim, clareza quanto aos meios, clareza quanto à liberdade e clareza quanto ao que, de alguma maneira, se aceita suportar fruto dessa mesma liberdade”

Estereótipos masculinos de liderança estão a prejudicar as empresas

Porque é que tantos homens medíocres ocupam cargos de topo?

PARCEIROS

parceiros ver

Rede Sociais

4,061FansCurti

“Nem tudo o que é enfrentado pode ser curado, mas nada...

“O propósito das empresas neste momento, e mais do que nunca, terá de ser o de aliviar o sofrimento e aumentar a satisfação servindo as necessidades de todos os stakeholders, incluindo empregados, clientes, comunidades e o ambiente”

Privacy Preference Center

Necessary

Este site usa cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.

Cookies essenciais. Podemos usar cookies essenciais para autenticar usuários e impedir o uso fraudulento de contas de utilizadores.