Um terço dos cidadãos europeus acredita que a corrupção está a...

0
Em Portugal, 48% dos cidadãos inquiridos usaram ligações pessoais e/ou familiares para aceder a serviços públicos nos últimos 12 meses

Onde está a equidade?

Relato de uma reflexão do Fórum de Ética da Católica Porto Business School

Tempo(s) de sofrimento ético

0
Falar da morte “que anda tão perto” para podermos desfrutar (mais e melhor) da vida, será, certamente, uma lição a colher, em tempo(s) de sofrimento ético.

Vacinação global: o bom, o mau e o (muito) feio

0
“Os países de alto rendimento adoptaram uma abordagem semelhante à da ‘lei da selva’ quando se trata de garantir o fornecimento de possíveis vacinas contra o coronavírus”

A ética nas empresas em tempos de pandemia – resultados do...

Mais de metade (53%) das pessoas que responderam ao inquérito considera que teve mais desafios éticos durante o período de confinamento

Ética e pandemia: parece que nunca foi tão difícil fazer o...

0
As consequências económicas da Covid-19 irão provavelmente criar uma tempestade perfeita para a má conduta, exacerbando os esquemas de fraude empresarial que ocorreram na última década e dando origem a outros (novos) actos de ausência de integridade

Economia de Francisco: que novo paradigma é este?

0
O Papa pediu ao Professor Luigino Bruni para organizar este encontro, motivando-o a que colocasse os jovens no centro. Bruni e a sua equipa assim o fizeram convocando 25 jovens do mundo inteiro para serem os principais organizadores do encontro

Esquece a Morte e Segue-me

0
Francisco interpela-nos a avançar sobre todos os dogmas: a propriedade privada para sempre, a posse, a abertura de fronteiras, o primado da economia e da gestão no ensino, a falta de ética e de moral, a falta de fraternidade e solidariedade com os outros que nos leva a dar, e quando muito, pão, sem cuidar da dignidade e da autoestima daqueles com quem nos relacionamos

Ética no tempo actual: que desafios?

0
Comprova-se que o modelo económico e social da economia do Bem Comum (assente no respeito e dignidade das pessoas, na solidariedade e na subsidiariedade, na defesa da casa-comum) é o mais virtuoso e o que, a prazo, conduz a resultados mais plenos e que perduram no tempo

A importância de (re)conhecer emoções

0
Num momento de especial vulnerabilidade, individual e coletiva, cada um de nós tem necessidade de dizer o que sente sobre o que de verdade importa, de exprimir emoções, e por isso é tão importante a criação de mecanismos para ouvir essas emoções, para cuidar do “ativo mais importante das organizações”.

Privacy Preference Center

Necessary

Este site usa cookies para fornecer uma melhor experiência de navegação.

Cookies essenciais. Podemos usar cookies essenciais para autenticar usuários e impedir o uso fraudulento de contas de utilizadores.