Certinho ou irreverente?

0
Cinco anos depois de ser idealizado como um projecto editorial para preencher uma lacuna na análise das questões da Ética e da Responsabilidade Social...

Portugal ao espelho ético

0
O País, as suas perversões éticas, as suas realidades perturbadoras, o Estado Social que se quer “possibilitador”, as dores da troika, a aprendizagem e...

Retrato de um potencial desperdiçado

0
Na cadeia de valor da inovação, Portugal tem um perfil ‘desperdiçador’ que revela falta de capacidade para transformar o seu potencial em resultados concretos...

O Quociente Futuro

0
“Pensar sobre, envolver-se em e ser bem-sucedido” no futuro consiste na mais importante vantagem competitiva para líderes organizacionais, decisores e políticos. Esta é a...

Os 50 anos da Doutrina de Friedman e o propósito em...

0
Apesar das críticas ao ensaio de Friedman, há uma verdade inconveniente que continua a persistir para todos os que procuram uma versão mais “suave” do capitalismo: a de que se uma empresa não está a obter lucros para os accionistas, é muito difícil cuidar dos seus outros constituintes

Rede Sociais

4,155FansCurti