O início da morte do primado do accionista? (I)

O Business Roundtable, lobby empresarial que integra 181 CEOs das maiores empresas dos Estados Unidos, oficializou uma nova Declaração sobre o Propósito da Empresa, na qual se compromete em beneficiar todos os stakeholders e a não colocar os interesses dos accionistas em primeiro lugar.

O paradoxo do investimento socialmente responsável

Fundos que investem em metas sociais confrontam-se, inevitavelmente, com tensões face ao objectivo de ganhar dinheiro

“O capitalismo precisa de ser gerido e não derrubado”

“Ao longo das últimas décadas, os principais fundamentos da sociedade, o Estado-nação, a empresa e a família viram os seus papéis serem alterados ou reduzidos para o pior”

Tempo: o nosso recurso mais valioso e mais escasso

O economista e académico Daniel Hamermesh analisa o que é que fazemos com o nosso tempo e porquê

Bancos continuam a financiar caminho para o inferno

Bancos continuam a investir milhares de milhões de dólares no sector dos combustíveis fósseis

Francisco, os jovens e a “economia alternativa”

Papa Francisco convida jovens empreendedores e economistas para a discussão de uma nova economia

Perda de biodiversidade é catastrófica

Relatório científico oferece uma visão abrangente sobre o relacionamento existente entre o desenvolvimento económico e os seus impactos dramáticos na natureza

Globalização 4.0: diálogo e imaginação precisam-se

Tal como as suas antecessoras, a nova fase de globalização que gradualmente começa a instalar-se entre nós será moldada fruto de uma combinação entre...

Banca ética 3, Banca tradicional 0

Apesar de ter sido muito pouco divulgado pelos media, um relatório publicado pela Fondazione Finanza Etica em Itália conclui que, desde o deflagrar da...

Radiografia do mundo laboral pouco auspiciosa

Ter trabalho não significa escapar às malhas da pobreza. Ter trabalho não significa fazer parte da economia formal. Ter trabalho não significa estar socialmente...

COM O APOIO DE:

Parceiro Credit Suisse

Competitividade global: como recuperar a década perdida

O Relatório de Competitividade Global coloca Portugal na 34ª posição em 141 economias avaliadas e alerta para a necessidade de se recuperar o crescimento estagnado ao longo da última década tendo em conta factores de inclusão e sustentabilidade