Francisco, o Papa que não nos deixa sozinhos

“O drama que estamos a atravessar impele-nos a levar a sério o que é sério, a não nos perdermos em coisas de pouco valor; a redescobrir que a vida não serve, se não é para servir. Porque a vida mede-se pelo amor”

A Quaresma vivida em quarentena

“O governante cristão, ou o empresário católico, não podem limitar-se a não ser injustos, mas devem promover a justiça social à sua volta”

O mistério da grande fome de 2020

“De longe, o pior desta Páscoa é a fome. Participar nas celebrações à distância é como um faminto ver um filme de um banquete. Isso só aumenta a nossa tremenda ânsia de Eucaristia, aquela horrível fome que sofremos desde meados da Quaresma e se prolonga por dentro do Tempo Pascal”

Páscoa 2020, uma oportunidade para refletir nas relações com colegas

“Tal como em outras crises recentes e passadas, os mais pobres e aqueles que já eram mais vulneráveis são aqueles que mais sofrerão. E aqui penso que o Papa nos convida a reconhecer que independentemente do que acontecer nesta crise, todos devemos cultivar uma cultura de dignidade laboral para com todos”

O ruído tira-nos a tranquilidade

“Creio que o ruído provocado pela situação que vivemos está a centrar-nos muito em nós próprios e numa Europa que se pensava protegida de todos os males”

Francisco, o Papa que não nos deixa sozinhos

“O drama que estamos a atravessar impele-nos a levar a sério o que é sério, a não nos perdermos em coisas de pouco valor; a redescobrir que a vida não serve, se não é para servir. Porque a vida mede-se pelo amor”

Rede Sociais

4,071FansCurti