Crise: o que estão as empresas efr a fazer pelos seus colaboradores

“Dar esperança” aos colaboradores é o sentimento que prevalece como prioritário nos planos de muitas empresas

Liderar em tempos de crise

0
“O fracasso pode sempre emergir. Mas a probabilidade de o mesmo ocorrer é menor se, com tenacidade, as possibilidades (ainda que modestas) de sucesso forem aproveitadas”

O futuro dos negócios está já a ser reescrito

0
Perda de controlo, excesso de incerteza, demasiadas diferenças relativamente às rotinas normais, preocupações sobre a competência face a novas tecnologias e ameaças a planos futuros são alguns dos efeitos que já se fazem sentir nas empresas por causa da pandemia

Estamos preparados para partilhar?

0
“Estamos presos neste planeta. Uns estão em boas casas, o trabalho continua e o salário também. Outros nem por isso. Mas uma coisa é certa: isto só vai acabar bem se todos estivermos bem!”

Para que lado abre a porta da felicidade?

“Sair de si mesmo para se unir aos outros faz bem. Fechar-se em si mesmo é provar o veneno amargo da imanência”

Como manter a sanidade mental dentro de quatro paredes

0
Em toda a história da humanidade, as pessoas sempre procuraram a estrutura de grupo como forma de interagir com outros seres humanos, ou seja, é antinatural não o fazer

É nos tempos difíceis que se distinguem os verdadeiros líderes

0
A transparência é a “tarefa número 1” para os líderes em tempo de crise e significa ser-se claro relativamente ao que se sabe, ao que não se sabe e ao que se está a fazer para se saber mais

Guia para gestores em tempos de caos

0
Hoje temos a certeza que a flexibilidade e a adaptabilidade não são opções, mas necessidades. E aqueles que souberem usar esta crise para se adaptarem, emergirão dela, e muito provavelmente, mais fortes

A Mão Invisível

0
Neste momento, o sector social necessita de fortes apoios para conseguir suprir as dificuldades e os desafios provocados pelo contexto atual

Construir a esperança na crise

1
A crise pede-nos rigor, competência, energia, exigência. Mas também paciência, generosidade e confiança. É isso que nos é pedido, é isso que teremos de procurar dar

Miguel Stilwell: A transição energética é um desígnio para a EDP

0
“Prezo muito a humildade, a capacidade de ouvir, de ter as melhores pessoas possíveis à volta - e que sejam melhores do que eu -, sem esquecer o que é fundamental para a própria EDP: a humildade, a justiça, a ética e a capacidade de fazer o bem”

Gratidão

Rede Sociais

4,150FansCurti