“Se esta é a maior crise que já vimos, não tem de ser a...

“Se no início a questão era a da liquidez, porque não havia transacções durante o confinamento, nesta segunda fase o problema passa a chamar-se solvibilidade, ou “o peso da dívida que vai ser arrastado por empresas perfeitamente saudáveis e que podem até morrer”

Socorro, não conseguimos ser super-pais e super-trabalhadores em simultâneo

0
A vida não está fácil para ninguém, mas dêem graças aqueles que podem continuar a trabalhar sem terem de se preocupar com as aulas à distância dos filhos, com refeições a horas certas para preparar, com miúdos pequenos para entreter, com banhos para dar, histórias para contar e, sobretudo, com o medo de falhar enquanto pais e profissionais

O mistério da grande fome de 2020

“De longe, o pior desta Páscoa é a fome. Participar nas celebrações à distância é como um faminto ver um filme de um banquete. Isso só aumenta a nossa tremenda ânsia de Eucaristia, aquela horrível fome que sofremos desde meados da Quaresma e se prolonga por dentro do Tempo Pascal”

“Não vamos ter um novo normal, mas um novo diferente”, diz o presidente do...

0
“O grande desafio é passarmos de vendedores a servidores”

Vacinar, distanciar, mascarar e desinfectar – quatro verbos para a quarta vaga

1
“Agora que a pandemia se torna a agravar e que Lisboa volta a apresentar algarismos alarmantes, importa novamente – e este advérbio é desnecessário – dar todo o palco a quem dedica a vida às ciências trazidas a prestar contas”

Covid-19: qual o plano de contingência da sua empresa?

0
Cada empresa, e independentemente da sua dimensão, deverá ter o seu próprio plano de contingência e adoptar medidas de natureza variada que permitam não só proteger os trabalhadores, como assegurar os seus serviços e zelar para que não hajam situações que possam causar ansiedade e, consequentemente, o pânico.

Como é belo e fagueiro e inesquecível o grande estio

0
“As boas decisões da rentrée estão dentro do que podemos açambarcar. O livre arbítrio tem sido matéria da filosofia e das religiões, mas, mais que isso, é uma força potencial intrínseca e que não se perde com a existência”

A vacina e o Natal

“De facto, para curar esta terrível peste não se pode confiar em tratamentos tradicionais, ou em inoculações protetoras. É mesmo preciso uma solução radical, uma terapêutica que mude a natureza. Essa cura é uma nova criação, uma nova humanidade”

O Squid Game, a raspadinha, o Rolhas e o homem que salvou o mundo

0
Em Portugal também jogamos e muito. Não apostamos em corridas de cavalos, mas investimos com entusiasmo cavalar no euromilhões e nos futebóis. E somos o país da Europa que mais gasta em raspadinhas

Francisco, o Papa que não nos deixa sozinhos

1
“O drama que estamos a atravessar impele-nos a levar a sério o que é sério, a não nos perdermos em coisas de pouco valor; a redescobrir que a vida não serve, se não é para servir. Porque a vida mede-se pelo amor”

Rede Sociais

4,149FansCurti