Um ano depois, quem somos hoje e quem seremos amanhã?

Estamos a correr o risco de nos tornarmos “não-pessoas” numa sociedade que, crescentemente, parece estar a ficar “desumanizada”

2021: ano novo, vida nova?

0
“Independentemente do vórtex mediático que se tem mantido desde o início desta pandemia, em investigação científica o futuro é sempre mais importante que o passado: não conta como tudo começa; verdadeiramente importante é como acaba”

Trabalho remoto: vantagens, riscos e desafios

0
Arménio Rego e Miguel Pina e Cunha foram os professores convidados a partilhar o que já se sabe e se aprendeu sobre a experiência massiva de trabalho remoto a que temos estado sujeitos

Rede Sociais

4,151FansCurti