Quando a turbulência se transforma no novo normal

0
Tendo como ponto de partida o mundo VUCA – o acrónimo em inglês para volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade – a AESE Business School...

Trabalho forçado: de boas intenções está o inferno cheio

0
Erradicar o trabalho forçado é uma utopia, ou não existissem ainda, e infelizmente, pelo menos 21 milhões de trabalhadores explorados em todo o mundo....

Por que continua a L’Oréal a somar pontos na sua cruzada pela ética?

0
“Porque fazer aquilo que é certo nem sempre é fácil”, a coragem é um dos princípios fundamentais que integra o programa de ética da...

Diversidade: há uma linha entre o risco e o desafio

0
Na sequência do que tem vindo a acontecer em várias nações europeias, Portugal assinou recentemente a “sua” Carta para a Diversidade, que pretende promover...

B Corps lideram modelo de (r)evolução organizacional

São já mais de 1600 as empresas que se comprometeram a operar no mercado de uma forma radicalmente diferente das suas congéneres convencionais. Numa...

Quarta Revolução Industrial na agenda de Davos

0
Apesar de ainda não termos “saído” da terceira revolução industrial, caracterizada pela electrónica, pelas tecnologias de informação e pela produção automatizada, estamos já a...

Reinventar a governação com rigor e transparência

A Câmara Municipal do Porto aderiu ao Compromisso Pagamento Pontual, reafirmando o rigor e transparência com que se distingue hoje ao nível de eficiência...

A Internet das Coisas e a Responsabilidade Social

0
Se a própria Internet das Coisas já parece coisa de um futuro utópico, o que dizer da sua aplicação às iniciativas de responsabilidade social?...

Promotores reafirmam compromisso na construção de uma nova cultura

0
Desde Novembro de 2011 – altura em que foi lançado como uma das três dimensões do Programa AconteSer – Liderar com Responsabilidade – que...

Os atrasos dos pagamentos e o risco de sobrevivência das PME

0
É bem conhecido que atravessamos um período adverso e muito exigente para toda a sociedade europeia e, muito em especial, para a sociedade portuguesa....

Programa Nacional para a Saúde Mental de olhos postos no futuro

“Pela sua natural imaturidade, crianças e jovens são particularmente vulneráveis a fatores de risco em saúde mental, o que os coloca na necessidade dos cuidados e da proteção por parte dos adultos próximos e das estruturas”

Rede Sociais

4,149FansCurti