economico.pt
O trágico fado dos endividados
07-08-2012

O trágico fado dos endividados Primeiro, os números: só na primeira metade do ano, mais de 37 mil famílias deixaram de pagar os seus empréstimos à banca. Trocado por miúdos, são mais de 6.200 por mês, perto de 206 por dia, mais de oito por hora. Agora, as explicações: nunca mais acabam. São os encargos familiares que disparam, os juros que não param de subir, os rendimentos que encolhem, os impostos que não param de subir, os salários que deixam de entrar no orçamento, o desemprego que bate à porta... o rol de justificações não tem fim e já se tornou numa espécie de ladainha que qualquer português, mesmo sem domínio dos temas económicos, repete sem custo. A grande questão que se coloca agora é saber quanto mais se vai agravar este cenário. A avaliar pelas previsões (que dão conta de um aumento do universo de desempregados), pelos receios (de que o Governo irá aplicar mais taxas e impostos) ou por coisas que já temos como certas (como o impacto do novo código de trabalho no mercado), poucos acreditam que a situação vá melhorar daqui para a frente. Pelo contrário: tudo indica que só vai piorar. Para os particulares, para as empresas e para os bancos. O que leva a outra questão: como se pode convencer os bancos a reforçar a almofada de apoio aos seus clientes em apuros, oferecendo maior flexibilidade nas renegociações de crédito? Mais: como garantir crédito às empresas que lhes permita manter as portas abertas e, com isso, travar um aumento de desemprego? Quando se conseguir responder a qualquer uma destas questões, então talvez se tenha chegado a parte da solução que diminua e evite os números com que começou a ler este texto. Comentários Ainda não existem comentários. Seja o primeiro a comentar! Envie o seu comentário Disclaimer: "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de três denúncias serão eliminados automaticamente. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados". Nome (*) Email Cidade/Localidade Comentário (*) Os comentários enviados serão publicados após aprovação. O DE reserva-se o direito de não publicar comentários considerados como ofensivos ou sem ligação alguma ao artigo em questão

VER© 2010 - Todos os direitos reservados.
Newsletter
Clipping
Receba os artigos, entrevistas e opiniões semanalmente publicados no portal VER
Email:
Parceiros VER
Parceiros VER
Parceiros VER
Mapa do Site
O registo e o uso deste portal implicam a aceitação dos Termos de Utilização do Portal VER (revistos em Novembro de 2007), bem como a sua Política de Privacidade. Portal VER © 2010.
Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo deste site não pode ser replicado, copiado, distribuído ou transmitido sem autorização escrita prévia.
Todos os conteúdos relativos aos parceiros deste site são da inteira responsabilidade dos mesmos.
Os artigos de opinião publicados no Portal são da inteira responsabilidade dos seus autores.